Relatório de intervenção nas empresas de ônibus será apresentado nesta semana na CMM

O relatório dos primeiros 90 dias de intervenção financeira realizada no sistema de transporte coletivo de Manaus será apresentado na próxima quinta-feira (31), na Comissão de Transporte, Mobilidade Urbana e Acessibilidade da Câmara Municipal de Manaus (CMM). A informação foi repassada pelo presidente da comissão, vereador Rosivaldo Cordovil (Pode), após reunião ordinária, realizada na semana passada.

Participaram dessa reunião a vereadora Glória Carratte (PDT), que é vice-presidente da comissão e os vereadores Jaildo dos Rodoviários (PCdoB), Bessa (SD), Cláudio Proença (PL), Diego Afonso (PDT) e Sassá da Construção Civil (PT).

Os vereadores também definiram que após a reunião com a Comissão de Transporte, o interventor, o diretor-presidente do IMMU e o secretário Extraordinário, apresentarão um relatório com todas as informações sobre a intervenção, por meio de uma audiência pública no plenário Adriano Jorge, para todos os vereadores e a população. A data definida para essa apresentação é do dia 6 de novembro.

Além disso, na reunião foi ressaltado que a Prefeitura de Manaus está cumprindo com o seu papel realizando fiscalizações e aplicando multas para as empresas que deixam de operar com o quantitativo normal.

Intervenção

Em julho deste ano, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, decretou uma intervenção financeira no sistema de transporte coletivo de Manaus, com o objetivo de saber todas as operações financeiras de entrada e saída de recursos das empresas.

O decreto publicado no Diário Oficial do Município (DOM) nº 4.503 considera a necessidade de adoção de mecanismos de controle na receita e despesa do serviço convencional de transporte público como forma de melhorar a governança e, consequentemente, assegurar o preço justo nas tarifas praticadas, além de buscar evitar que se repitam paralisações de empregados do sistema com o argumento de atraso e não pagamento de verbas trabalhistas.

(*) Com informações da CMM