Renan avalia incluir senador da própria CPI em seu relatório final

O relator Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou que vai avaliar a inclusão em seu relatório final do senador Luis Carlos Heinze

Renan confirmou que vai avaliar a sugestão – AP Photo/Eraldo Peres

Durante sessão da CPI da Covid, nesta quarta-feira (22), o relator Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou que vai avaliar a inclusão em seu relatório final do senador Luis Carlos Heinze (PP-RS), por propagar informações falsas.

A informação foi divulgada durante fala de Heinze, que novamente defendeu medicamentos sem eficácia comprovada para o tratamento da Covid-19, como a hidroxicloroquina.

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) então sugeriu incluir o seu colega da comissão, não como indiciado, mas como uma menção por ser um dos “grandes propagadores de informação enganosa”. A proposta ganhou o apoio do vice-presidente Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Renan confirmou que vai avaliar a sugestão.

Adiamento

O relator da investigação havia anunciado a entrega até o próximo dia 24, mas adiou para a próxima semana. Novas linhas de investigação na reta final da CPI, no entanto, adiaram a conclusão.

Os parlamentares querem coletar mais informações sobre empresas ligadas a lobistas que negociaram com o Ministério da Saúde.