Representante da Davati diz que “mestre da maçonaria” se envolveu em negociação de vacinas

Foto: Reprodução TV Senado

Em depoimento à CPI da Covid, o representante da Davati Medical Supply no Brasil, Cristiano Carvalho, mostrou que o reverendo Amilton Gomes envolveu a maçonaria de Goiás na compra de vacinas que nunca existiram.

De acordo com Carvalho, em meio às negociações, foram recebidas “cartas de apoio do grão mestre da maçonaria“.

O depoente já citou militares, evangélicos e agora maçons envolvidos no suposto de esquema de corrupção na compra de vacinas da AstraZeneca.