Resultado dos jogos desta quinta-feira (17/07) do Brasileirão

bruno-uvini_santos3_get_95Santos 2 x 0 Palmeiras

Fazer gol em clássico é marcante para qualquer jogador. Quando é o primeiro da carreira, então, é para guardar para sempre. Foi isso o que o zagueiro Bruno Uvini e o volante Alison viveram na noite desta quinta-feira. Os dois, que nunca haviam marcado como profissionais, garantiram a vitória do Santos sobre o Palmeiras por 2 a 0, na Vila Belmiro, nesta quinta-feira à noite, pela 10ª rodada do Brasileirão. Com o fim do jejum, eles levaram o Peixe ao quinto lugar, com 17 pontos. O Palmeiras, com 13, é o 12º.

O jogo marcou a estreia do argentino Ricardo Gareca no comando do Palmeiras. Ele deve ter saído da Vila com a certeza de que terá bastante trabalho. A equipe teve atuação fraca, sem criatividade. Nem o uniforme em homenagem ao ex-goleiro Oberdan Cattani, falecido recentemente, inspirou os jogadores. O Santos soube se aproveitar: se não foi brilhante, ao menos foi eficiente, não correu riscos e garantiu a vitória com tranquilidade.

Na próxima rodada, as duas equipes voltam a campo no domingo. O Peixe visita o Fluminense, às 18h30, em Volta Redonda, enquanto o Verdão recebe o Cruzeiro, às 16h, no Pacaembu.

corinthiansCorinthians 2 x 1 Internacional

O Corinthians, enfim, sentiu-se à vontade em sua Arena. Enquanto seleções do calibre de Argentina, Holanda, Chile e Uruguai atuavam no estádio durante a Copa do Mundo, o time de Mano Menezes treinava para não decepcionar em seu retorno ao estádio. Nesta quinta-feira, quatro dias após o fim do Mundial, dez minutos de pressão e futebol exuberante foram suficientes para o Timão fazer 2 a 1 no Internacional, alegrar mais de 32 mil pagantes no estádio e computar sua primeira vitória no local – antes, havia perdido para o Figueirense e empatado com o Botafogo.

O Timão mostrou força e já tinha dois gols de vantagem no placar no início do primeiro tempo, com Guerrero e Fagner. Sem o trauma da estreia nem a pressão imediata por uma vitória, o Corinthians controlou boa parte do jogo. No segundo tempo, o Inter reagiu, criou mais chances e chegou ao gol com Cláudio Winck, nos acréscimos. Era tarde demais para tentar o empate.

O duelo direto pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro foi melhor para o Corinthians, que subiu para 19 pontos na tabela, assumiu a vice-liderança que era do rival São Paulo e continua na cola do líder Cruzeiro. O Inter permanece com 16, um pouco mais longe da ponta. O Timão volta a jogar no próximo domingo, contra o Vitória, às 16h (de Brasília), em Salvador. No mesmo dia e horário, o Colorado recebe o Flamengo, no Beira-Rio.

evertonribeiro-manoel-cruzeiro-cristianemattos-futCruzeiro 3 x 1 Vitória

O encontro entre o líder do Campeonato Brasileiro e um dos times do Z-4 pressupõe pressão e domínio absoluto de um dos lados, certo? Não exatamente. O líder Cruzeiro suou muito para conseguir construir o resultado que o mantém na ponta da tabela do Brasileirão, agora com 22 pontos. Apenas no segundo tempo, e com ajuda de um gol contra para iniciar o triunfo, o time celeste derrotou o vitória por 3 a 1, mantendo o ritmo de vitórias antes da Copa do Mundo. O Vitória, que foi bravo e valente na maior parte do tempo, porém ineficaz na sua missão de parar a Raposa, é o vice-lanterna, com apenas sete pontos.

O Vitória resistiu à pressão do Cruzeiro por 60 minutos, quando o zagueiro Alemão fez um gol contra incrível e desestruturou a equipe baiana. O gol fez surgir a inevitável piada de que só alemães marcam gol no Mineirão, lembrando a derrota do Brasil para a Alemanha, por 7 a 1, na Copa do Mundo, no mesmo estádio, pelas semifinais. Depois disto, a equipe baiana sucumbiu às próprias limitações e virou presa fácil para a mineira, sofrendo mais dois gols, marcados por Ricardo Goulart, artilheiro isolado do Brasileirão com seis gols, e Éverton Ribeiro. Nos acréscimos, Ayrton descontou de falta.

Os dois times voltam a campo no domingo, às 16h (de Brasília). O Cruzeiro vai ao Pacaembu, em São Paulo, enfrentar o Palmeiras. Enquanto isto, o Vitória recebe o Corinthians, às 18h30 (de Brasília), no Barradão, em Salvador.

Fonte: GE