Reunião na Aleam discutirá retirada do aeroclube da área urbana de Manaus

Após a queda do avião da empresa Amazonaves, ocorrida nessa terça-feira (22), nas proximidades do aeroclube, no conjunto Flores, em Manaus, a transferência do aeroclube para fora da capital, serão alguns dos temas discutidos na quinta-feira (24), às 10h, pela comissão de Trânsito e Transporte da Assembléia Legislativa do Amazonas.

O presidente da comissão de Transporte da Aleam, deputado Wanderley Dallas, disse que a reunião terá a participação dos donos de empresas de aero táxi que atuam no aeroclube. O encontro discutirá a transferência dos vôos para uma área na rodovia Manoel Urbano, que liga Manaus ao município de Iranduba.

“Vamos formalizar a proposta que será entregue ao governo do Estado, solicitando a doação de um terreno no município de Iranduba”, explicou Dallas.

Em 2017, uma reunião com donos de empresas de aero táxi e com moradores das proximidades do aeroclube discutiu a transferência dos voos para outro local.

As empresas de aviação confirmaram o desejo de sair do aeroclube, pois o local não oferece condições para ampliação dos serviços. Outro motivo favorável à mudança é o alto preço do aluguel do terreno onde funciona o aeroclube.

“O terreno onde funciona o aeroclube é uma área particular, alugada para as empresas de aviação”, destacou Dallas. “Essas empresas pagam caro pelo terreno, por isso querem a mudança”, acrescentou.

Na reunião desta quinta-feira será feita uma avaliação de todas as propostas apresentadas nos últimos anos para transferência do aeroclube. A intenção é encontrar uma solução definitiva que será apresentada aos empresários da aviação e ao governo do Estado, possibilitando a transferência dos voos.

Assessoria de imprensa do deputado