Anúncio Advertisement

Rio Negro apresenta elenco para o Campeonato Amazonense

Foto: Divulgação.

Com uma equipe totalmente regional e média de 23 anos, o Rio Negro apresentou seu elenco e os membros da comissão técnica para o Campeonato Amazonense da Série A de 2019. A maioria dos atletas são oriundos da base do clube, revelados pelo treinador José de Ribamar Santos, sendo o único jogador de fora, do município de São Sebastião do Uatumã.

Pelo Campeonato Amazonense, o Galo da Praça da Saudade estreia diante do Princesa do Solimões, no dia 3 de fevereiro (domingo), às 18h. O jogo será realizado no Estádio Gilberto Mestrinho, o Gilbertão, na cidade de Manacapuru (a 68 km da capital amazonense).

Valorização
Cansado de contratar jogadores de outros estados, o presidente do Rio Negro, Thales Verçosa, disse que agora a prioridade é valorizar os jovens valores da base, mas principalmente do futebol amazonense.

“Há quatro anos estamos trazendo atletas de fora, e não chegamos ao título. Chegou a hora de dar oportunidade para garotada daqui. O nosso futebol, a maioria dos atletas de nossas equipes eram amazonenses, o resultado disso, é que tivemos as melhores campanhas em âmbito nacional. Por exemplo, o nosso melhor resultado foi do co-irmão, o Nacional em 1971, ficando em 17º lugar no Campeonato Brasileiro. Vamos partir para o outro lado, ou seja, aquilo que fazíamos antigamente, agora a prioridade são os nossos atletas”, finalizou Thales.

Com um trabalho que vem desde da base do Rio Negro, o treinador José de Ribamar Santos, pela primeira vez vai comandar o profissional e aliado ao sonho de ser seu clube de coração. Para ele, o fato de conhecer os jogadores desde quando ainda eram bem jovens, vai ajudar na parte tática e técnica da equipe.

“É um sonho dirigir o Rio Negro, até porque sou torcedor do clube, comecei com projetos sociais, alguns jogadores que estiveram comigo desde os 12 anos, hoje trabalhamos juntos. Dos 16 jogadores, sei o nome de 12, porque são garotos que estão há muito tempo no clube, e outros que vieram somar apesar de novos, mas com passagem conosco em outros clubes”, disse, mas espera contar com o apoio da torcida.

“O torcedor precisa abraçar nossa equipe, temos um time totalmente amazonense. Não temos jogadores de fora, que tem uma certa experiência de chegar aqui, mas não sabem o que é vestir a camisa de um time do Amazonas, enfim, vem pelo trabalho e emprego, e depois vão embora. Nós pretendemos fazer com que o torcedor crie uma identidade com jovem de Manaus”, acrescentou.

Com informações da assessoria do Rio Negro.