Rodoviários voltam a paralisar linhas de ônibus no T1 nessa quinta

Os rodoviários do transporte coletivo fizeram uma paralisação inesperada na tarde dessa quinta-feira (12) em Manaus. Os motoristas paralisaram os veículos no Terminal de Integração (T1), na Avenida Constantino Nery, por aproximadamente 2 horas. O ato ocorreu pouco mais de um mês após o fim da greve da categoria.

A paralisação provocou um engarrafamento na vias próximas que dão acesso ao centro, impactando o tráfego de veículos e prejudicando milhares de usuários que dependem do transporte público.

Segundo o presidente do sindicato dos rodoviários, Givancir Oliveira, a nova paralisação foi motivado pelo atraso dos salários dos motoristas e cobradores, o bloqueio do plano de saúde e atraso de férias. “O movimento partiu dos próprios trabalhadores que só receberam 20% dos salários. Nós estamos trabalhando de graça”, disse.

Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou que mais cedo os representantes do Sindicato dos Rodoviários se reuniram na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) para tratar do pagamento do salário da categoria. As empresas pagaram 50% do salário nesta quinta, e o restante ficou acertado para a próxima terça-feira (17).

“As empresas efetuaram o pagamento da metade do salário hoje e ajustaram o pagamento para a próxima terça. As empresas estão buscando o reestabelecimento de fluxo de caixa suficiente para que todos os compromissos sejam quitados”, informou o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges.