Ronaldo comenta saída de Fábio e crise do Cruzeiro: “Situação trágica”

Reprodução/ Youtube

Ronaldo Fenômeno concedeu nesta terça-feira (11/1), uma entrevista coletiva na Toca da Raposa II e respondeu sobre diversos temas com relação ao Cruzeiro, clube que acabou adquirindo em dezembro do ano passado. Entre os assuntos tratados pelo ex-jogador estiveram a situação financeira da Raposa e a polêmica saída do goleiro Fábio, um dos principais ídolos da história Celeste.

O eterno camisa 9 deu um diagnóstico preocupante com relação a situação financeira da equipe mineira.

“Diria que o Cruzeiro é um paciente em estado grave, na UTI, e nós estamos oferecendo o tratamento necessário para que ele saia dessa condição”, revelou.

Segundo Fenômeno, a situação da Raposa é pior do que ele imaginava antes de comprar o Cruzeiro e afirmou que “a cada dia que abrimos uma gaveta é uma surpresa negativa”.

Apesar do diagnóstico pessimista, Ronaldo não entrou em detalhes sobre a situação do clube, mas explicou que a dívida ultrapassa a casa do bilhão. Os únicos valores revelados pelo atual gestor dão uma dimensão do tamanho do problema em que o time se encontra.

“Assim que anunciamos a compra da SAF, começamos a mergulhar no que era o orçamento do ano do clube. E a primeira coisa que encontrei foi um orçamento de R$ 90 milhões, com uma receita de R$ 60 milhões que inclusive já estavam gastos”, contou.

Diante desse cenário, Ronaldo explicou que a solução encontrada foi diminuir esse orçamento de R$ 90 milhões para R$ 35 milhões. Este corte acabou culminando com a saída de Fábio, goleiro e ídolo da Raposa com 976 jogos disputados ao longo da carreira.

A torcida chegou a protestar contra a saída do arqueiro, e o novo gestor do Cruzeiro comentou sobre a não permanência do jogador.

“Fábio foi e vai ser sempre um ídolo pro Cruzeiro e pra torcida cruzeirense. Nós diante do cenário atual fizemos um esforço muito grande para oferecer uma proposta decente a ele, respeitando a sua história no clube, a sua trajetória. E infelizmente durante a negociação, houve uma negativa por parte dele, o que também nos pegou de surpresa. Mas entendemos que todo o sacrifício que deveríamos ter feito, foi feito. E temos que virar a página, seguir adiante”, pontuou Fenômeno.

O novo gestor deixou claro que o principal objetivo da equipe na temporada 2022 é o retorno para a elite do futebol brasileiro. O Cruzeiro encerrou a Série B de 2021 na 14ª colocação com 48 pontos.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.