Saiba se você perdeu dinheiro ao sacar o PIS/Pasep antes da correção

O governo liberou, até o último dia 29, o saque do saque do fundo do PIS/Pasep para todos os trabalhadores que tiveram carteira assinada entre 1971 e 1988. A oportunidade para resgatar o dinheiro será reaberta em agosto, após cálculo de atualização do valor.

A correção do valor pode chegar a 10%, de acordo com o ministro do Planejamento, Esteves Colnago. Quem correu para sacar o benefício no primeiro semestre perdeu esse acréscimo, e não há como recuperá-lo.

Em 2017, a correção do valor foi 8,87%. Com isso, alguém que tivesse R$ 1.000 no fundo ganhou mais R$ 88,70 extras com a atualização.

Vale lembrar que o saque do fundo só estará aberto até 28 de setembro. Depois, o saque volta a ser restrito a quem atende pelo menos um dos critérios a seguir:

60 anos de idade ou mais;

Aposentado;

Invalidez;

Câncer;

Portador do vírus HIV;

Doenças graves listadas em portaria interministerial do governo;

Idoso e/ou pessoa com deficiência que recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC);

Transferência para reserva remunerada ou reforma (no caso de militar);

Em caso de morte do trabalhador, a família pode sacar.

Fonte: