Salto de Base Jump termina com morte no Rio

Reprodução

Dois praticantes de Base Jumpperderam o controle em meio à ventania após saltarem na tarde desse sábado (22) da Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro. Um deles, ao cair, ainda se envolveu num acidente com um veículo e morreu.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, um chamado foi atendido às 12h05 na Autoestrada Lagoa Barra, no bairro de São Conrado. O praticante, que já se encontrava morto, foi identificado como  Eduardo Geovane, de 36 anos.

O Corpo de Bombeiros informou que não houve um segundo pedido de socorro. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que os dois perderam o controle. Um deles desaparece atrás de um edifício e o outro, embora demonstre dificuldade, dá a impressão de conseguir pousar.

Base Jump é uma modalidade na qual o esportista salta de penhascos, pontes e prédios com um equipamento e paraquedas apropriado para aberturas a baixas altitudes. Devido ao risco, muitos países proíbem ou limitam a prática.

Em decorrência dos ventos hoje no Rio, o Clube de Voo Livre de São Conrado estava com sua rampa na Pedra Bonita fechada. Uma das estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) na cidade, localizada na Vila Militar, registrou mais cedo rajadas com mais de 50 km/h.

veja vídeo