Sambódromo será ponto de vacinação contra Covid-19 para profissionais de saúde

Foto: Divulgação

O Centro de Convenções de Manaus conhecido como “Sambódromo”, vai ser um dos pontos de vacinação contra a Covid-19 para os profissionais de saúde.  A estrutura montada no local vai funcionar diariamente, inclusive nos fins de semana, de 9h às 16h, com atendimento pelos sistemas de drive-thru e ponto fixo. Outros sete pontos de Manaus também vacinam os trabalhadores (veja lista no final da matéria).

Conforme a prefeitura, o novo posto de vacinação será exclusivo para trabalhadores da saúde das redes pública e privada, que se enquadram nos grupos de prioridade 1, 2 e 3 da fase atual da campanha.

O posto do sambódromo deve contar com cinco equipes de vacinação. O trabalho tem o apoio da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), que cedeu profissionais e equipamentos para reforçar a estrutura e a logística necessária ao atendimento.

Grupos prioritários

De acordo com os critérios de priorização definidos pelos dois órgãos e descritos na Nota Informativa nº 05/2021 (Dipre/FVS-AM) terão direito à vacina na etapa atual da campanha os trabalhadores que atuam em unidade de internação hospitalar adulta e pediátrica de hospitais, fundações e maternidades; em Unidades Básicas de Atendimento (UBS) preferenciais para Covid-19; nos serviços de remoção terrestre, aérea e fluvial de pacientes; no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); na coleta, manipulação e processamento de material biológico relativo à Covid-19; as equipes de vacinadores e investigação epidemiológica de campo (Grupo Prioritário 1).

Além desses, serão contemplados os trabalhadores de saúde das clínicas radiológicas (que realizam tomografia, radiografia e ultrassonografia); os de serviços de terapia renal e serviços oncológicos; as equipes de fiscalização sanitária; os intermediadores entre a gestão e a assistência; e os que atuam nas Redes de Atenção Psicossocial, incluindo os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), os Centros de Reabilitação de Dependência Química (CRDQ) e o Centro Psiquiátrico Eduardo Ribeiro (Cper), que representam o Grupo Prioritário 2.

Também terão direito à imunização, na fase atual da campanha, os trabalhadores das Unidades Básicas de Saúde (UBSs); da Rede de Reabilitação Ambulatorial para Covid-19; dos Centros de Atenção Integral à Criança (Caics) e Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimis); das policlínicas e fundações (ambulatório) e da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), pertencentes ao Grupo Prioritário 3.

(*) Com informações da assessoria