São Paulo oficializa venda do meia peruano Cueva ao Krasnodar

O São Paulo anunciou neste domingo que chegou a um acordo para a venda do meia peruano Christian Cueva ao Krasnodar, da Rússia. O clube informou por meio de seu site oficial que o jogador foi liberado para viajar e realizar exames médicos antes de assinar com o clube russo.

A negociação foi concretizada na última quinta-feira, quando o clube paulista aceitou vender o peruano por pouco mais de 8 milhões de euros (R$ 38 milhões). Os russos pagarão 80% do valor até o final deste ano e o restante no próximo ano.

O São Paulo tem direito a 10% do valor de uma futura eventual venda de Cueva e ainda pode receber mais um milhão de euros (R$ 4,5 milhões) em caso de classificação da equipe russa à Liga dos Campeões da Europa – o Krasnodar jogará a Liga Europa na próxima temporada.

O São Paulo lucrou quase R$ 30 milhões na negociação se for levado em conta o valor pago para contratar o peruano. Em junho de 2016, o clube paulista pagou ao Toluca, do México, 2,5 milhões de euros (R$ 8,8 milhões, na cotação da época).

Cueva deixa o São Paulo após disputar 89 jogos, marcar 20 gols e dar 19 assistências. Ele tinha contrato com o clube tricolor até 2021, mas perdeu espaço no time neste ano – atuou em 18 partidas e marcou três gols – e sua permanência após a disputa da Copa do Mundo da Rússia era vista como pouco provável. No Mundial, ele e a seleção peruana foram eliminados ainda na primeira fase após duas derrotas e uma vitória.

A passagem de Cueva pelo time paulista foi marcada por bons e maus momentos, estes principalmente fora de campo. O peruano se envolveu em episódios de indisciplina entre 2017 e 2018. O mais marcante foi no final do ano passado, quando não se reapresentou na data estipulada após defender a seleção peruana nas Eliminatórias Sul-Americanas e foi multado. Ele repetiu o deslize neste ano.

Fonte: Notícias ao Minuto