Anúncio

SEC terá ações de inclusão da Pessoa com Deficiência durante o mês de junho

Em comemoração aos três anos da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Estado de Cultura (SEC), realiza durante os fins de semana do mês de junho, diversas ações de integração da pessoa com deficiência em apresentações culturais.

Serviço de audiodescrição e tradução da Língua Brasileira de Sinais (Libras) serão ofertados durante espetáculos de artistas locais que, atualmente, têm parceria com a secretaria. De acordo com Marssicléa Brito, representante do Departamento de Inclusão da Pessoa com Deficiência, as atividades buscam democratizar o acesso aos equipamentos culturais do órgão.

“Os serviços que nós vamos oferecer fazem parte de diversos tipos de apresentações, tanto aquelas geridas pela SEC, quanto os eventos do Programa Espaço Aberto. Tudo funciona em parceria”, destaca.

Lei Brasileira de Inclusão – A Lei 13.146 foi criada em 6 de julho de 2015, com o intuito de assegurar e promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais da pessoa com deficiência, garantindo a inclusão social e cidadania.

Adequações em espaços culturais – Nos próximos 90 dias, o Teatro Amazonas, o Centro Cultural Palácio da Justiça, Museu Casa Eduardo Ribeiro, Palacete Provincial e Centro Cultural Usina Chaminé receberão reformas de adequação para a inclusão da pessoa com deficiência.

Marssicléa adianta que entre as adequações está a instalação de plataformas para cadeirantes em todos os espaços e de elevadores no Teatro Amazonas, Palacete Provincial e Centro Cultural Usina Chaminé. Para ela, a adaptação dos locais é uma forma de promover a inclusão.

“Quando promovemos este tipo de ação, promovemos a igualdade. Elas passam ter a mesma chance que qualquer pessoa. É maravilhoso que isso aconteça em nossos equipamentos”.

Confira a programação completa:

09/6 – Tradução do espetáculo “Quarto Azul-Crush”, para Língua Brasileira de Sinais, no Teatro da Instalação (Rua Frei José dos Inocentes, s/n, Centro), às 19h.

10/6 – Tradução da intervenção artística “Dragão de Macaparana” para Língua Brasileira de Sinais, no Largo de São Sebastião (Rua 10 de julho, Centro), às 17h.

16/6 – Tradução do espetáculo “Quarto Azul-Crush”, para Língua Brasileira de Sinais, no Teatro da Instalação (Rua Frei José dos Inocentes, s/n, Centro), às 19h.

24/6 – Serviço de audiodescrição e tradução para Língua Brasileira de Sinais na Mostra Literária da SEC, no Centro Cultural Usina Chaminé (Rua Lourenço da Silva Braga, Centro), às 16h.

30/6 – Tradução do espetáculo teatro “O Mendigo ou o Cão Morto”, para Língua Brasileira de Sinais, no Parque Rio Negro (Rua Beira Mar, 201, na Orla do bairro São Raimundo), às 16h.