Secretaria Nacional de Proteção Global e DPE discutem projetos para o AM

Foto: Divulgação

Um encontro entre o secretário nacional de Proteção Global do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Alexandre Magno e defensores públicos foi realizado nesta segunda-feira (25) com objetivo de discutir parcerias que beneficiarão a população do Amazonas.

Na pauta da reunião -realizada durante a visita do secretário na sede da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM)-, estiveram temas como Educação em Direitos, população LGBT, pessoas em situação de rua, além de proteção à mulher, aos ribeirinhos e indígenas.

Participaram do encontro o defensor público geral do Amazonas, Ricardo Paiva; o subdefensor geral, Thiago Rosas; o diretor da Escola Superior da Defensoria Pública do Amazonas (Esudpam), Rafael Barbosa; a coordenadora do Núcleo Especializado em Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher, Pollyana Vieira; e o titular da Defensoria Especializada na Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Roger Moreira.

Após conhecer um pouco da atuação da DPE-AM, Alexandre Magno apresentou o trabalho da Secretaria Nacional de Proteção Global (SNPG), pasta ligada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). O secretário também debateu com os representantes da Defensoria a realização de projetos voltados à população do Amazonas, além de possíveis parcerias para a execução dos programas.

“A SNPG vê as Defensorias Públicas de todo o país como parceiras preferenciais na consecução das políticas que beneficiam as populações mais carentes e mais vulneráveis. Essa reunião foi um primeiro e importante passo para várias parcerias no Estado do Amazonas, que vão ser o início de grandes projetos. Estou bastante satisfeito com essa reunião”, afirmou Magno.

O defensor geral do Amazonas, Ricardo Paiva, também avaliou positivamente o encontro.

“A Defensoria atua diretamente na defesa da população mais humilde. Toda iniciativa que busca garantir direitos ao povo amazonense precisa ser louvada e receber atenção da nossa instituição. Por isso, hoje, colocamos à Defensoria Pública do Amazonas à disposição da Secretaria Nacional de Proteção Global para prestar assistência no planejamento das ações da pasta e parceria para a realização dos projetos futuramente”, destacou Paiva.

(*) Informações da assessoria