Secretário da Seduc diz que só pagou pouco mais de R$ 4,2 milhões para construtoras em três meses

algemiro-15Em resposta a matéria do Radar intitulada “Isso não sai no IDEB: secretários gastaram mais de R$ 32,9 milhões da educação com duas construtoras”, o secretário de Estado da Educação, Algemiro Ferreira Lima Filho, enviou ao radar uma “Nota Oficial”, onde diz que só pagou para as empresas Construtora Matrix e Pafil Engenharia Ltda. um montante de pouco mais de R$ 4,2 milhões “e não o montante de R$ 16 milhões como foi publicado na matéria”.

O Radar chegou a esse valor – R$ 16,2 milhões – após contabilizar todo os pagamentos feitos esse ano pela Secretaria de Estado da Educação do Governo do professor Melo para as duas construtoras, conforme está postado no próprio Site Transparência do Estado – a relação de pagamento feitos pela Seduc podem ser vistas na matéria anterior publicada pelo Radar.

Apesar de já atuar na pasta da educação já que era secretário adjunto de Educação do interior, o secretário ressalta que está como titular da pasta há 3 meses e que responde pelos pagamentos desse período, “e que assuntos da antiga gestão devem ser tratados com o ex-secretário Rossieli Soares” (Any Margareth)

Ler nota oficial na íntegra:    

“A Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC) informa que no período da gestão do professor Algemiro Lima, que começou no dia 24 de maio de 2016, portanto o secretário está à frente da pasta há três meses, foram pagos à empresa Pafil Engenharia LTDA um total de R$ 1.620.651,55 e para a Construtora Matrix um montante de R$ 2.597.318,38. E não o montante de R$ 16 milhões como foi publicado na matéria do dia 13 de setembro de 2016 no Portal Radar Amazônico.

A SEDUC também informa que está à disposição para esclarecer qualquer questão que diga respeito à atual gestão. E que assuntos da antiga gestão devem ser tratados com o ex-secretário Rossieli Soares”.