Secretário da Seduc promete em comício manter e renovar contratos temporários (ver vídeo)

Após encontro de gestores escolares estaduais no Ginásio Poliesportivo Vasco Vasques que acabou se transformando em comício pró Amazonino Mendes (PDT) na casa de shows Copacabana, na avenida do Turismo, o secretário de Estado e Educação, Lourenço Braga, numa atitude que beira o inacreditável já que contraria todos os preceitos de legalidade eleitoral e moralidade na administração pública, anunciou que não irá rescindir o contrato dos professores temporários da rede estadual de ensino.

“Todos os contratados podem ficar absolutamente certos de que os seus contratos serão mantidos e renovados no mês de janeiro de 2019”, afirmou o secretário, esquecendo que está usando como moeda de troca eleitoral cargos temporários pagos com dinheiro público.

Segundo ele, a determinação partiu do próprio governador Amazonino Mendes que é candidato à reeleição. Além disso, Lourenço Braga também anunciou o pagamento de 80% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para os professores.