Secretário de Segurança afirma que suspeitos de assassinar PMs em Nova Olinda já foram identificados (ver vídeo)

Foto: Radar Amazônico

Durante a coletiva realizada na manhã desta terça-feira (4), na Base Fluvial Arpão, localizada no Ramal do Brito, em Iranduba, o Secretário de segurança do Estado, coronel Louismar Bonates, pediu um minuto de silêncio em homenagem aos PMs que perderam a vida durante uma operação realizada no município de Nova Olinda do Norte, e disse que os suspeitos já foram identificados.

“Já foram identificados algumas lideranças (do tráfico) que fizeram esse ato e já estão sendo caçados na mata”, disse o secretário.

O Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, já se deslocou para o município com o reforço policial. Bonates explicou também que, a operação que resultou na morte dos policiais, tinha o objetivo de prender um traficante que atuava no município, vulgo “Bacural”, que estava preso, mas foi retirado da carceragem de Nova Olinda por cerca de 20 criminosos armados.

“Nós determinamos que uma equipe fosse deslocada pra la, para efetuar a prisão desse indivíduos. Quando a lancha das operações especiais, com todos fardados de polícia, se aproximou da casa onde esse elemento mora, eles foram recebidos a tiros que vieram de dentro da mata e eles não tiveram como se defender pois estavam no meio do rio”, disse.

Na ação mais dois PMs também foram feridos, um no braço e outro no pescoço, foram transferidos para Manaus e estão hospitalizados . Os corpos do Sargento M. Wagner e Cabo C. Souza já chegaram a Manaus e o velório será realizado na tarde desta terça-feira (4).

Acompanhe na coletiva