Secretários “bocudos” entregam “jogo de cena” do prefeito (ver vídeo)

O Radar não postou o vídeo antes porque, confesso, cheguei a pensar que não era real. Devia ser alguma pegadinha? Uma brincadeira como tantas outras que são feitas nas redes sociais, fruto da imaginação sempre fértil dos internautas. Mas não é que era verdade mesmo, gente? Identificamos no vídeo pelo menos dois secretários do prefeito Artur Neto, o super, hiper, mega, secretário-chefe da Casa Civil, jornalista Marcio Noronha, e o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão, numa conversa bisonha onde entregam o “jogo de cena” do prefeito Artur Neto ao arrancar de dentro dos ônibus os avisos de aumento da tarifa de transporte coletivo – depois ainda tem gente que diz que mulher é que fala demais.

“Essa foi uma ideia de cinema”, diz um dos bocudos assessores do prefeito, que no afã de fazer uma lambança pro “chefe” acaba dedurando a estratégia para o prefeito manter sua autoridade que, há muito tempo, anda mal das pernas numa administração onde não consegue que nenhuma concessionária de serviço público preste um serviço digno para a população – vide Manaus Ambiental e empresas de transporte coletivo.

E não para por aí. Em meio a um monte de gente, os secretários do Artur parecem “pinto no lixo”, num alvoroço danado, conversando bem alto sobre quem foi o articulador da cena do prefeito, com seu look repetitivo e mal feito de operário, arrancando os avisos dos ônibus e fazendo uma cara (diz que) de irritação – tá mais pra sono!

E causa espanto Homero de Miranda Leão insistindo que a “cena de cinema” foi idealizada pelo mega secretário Marcio Noronha e não pelo prefeito Artur Neto – por que será, hein gente?

E a “cena de cinema” foi parar na primeira página de A Crítica – na página interna do jornal a foto do Artur sumiu – e teve gente mandado mensagem ao Radar dizendo que houve transmissão ao Vivo da Rádio Difusora. Pode isso, gente? Transmissão ao vivo de prefeito arrancando aviso em ônibus!?!?

E euzinha confesso que não ouvi a transmissão, mas minha imaginação diz que foi assim: “O prefeito sobre a escada do ônibus. E ele está muito irritado. Vai em direção ao aviso de aumento da passagem de ônibus, meu povo! Arranca o aviso, dobra o aviso, amassa o aviso eeee, pra felicidade do povo, leva embora! Isso que é um prefeito macho!”. Pode isso, minha gente? (Any Margareth)