Seis são presos no Careiro Castanho por não pagamento de pensão alimentícia

A operação irá até o dia 15 de julho, em diversos pontos do município do interior

Na última quarta-feira (29),  uma operação da 34ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), no município do Careiro Castanho (a 88 quilômetros de Manaus), prendeu seis homens de idade entre 25 e 47 anos, pelo não pagamento de pensão alimentícia. Os mandados de prisão cumpridos durante a “Operação Alimentar”.

Segundo o delegado David Jordão, titular da unidade, as prisões se dividiram em dois locais do Careiro, sendo quatro mandados de prisão em comunidades da região, além de dois na região central da cidade. Ele afirma ainda que a ação deseja motivar outros devedores a quitarem seus débitos.

De acordo com ele, a ação durará mais duas semanas. “Esta ação terá continuidade até o dia 15 de julho, em pontos distintos de Careiro Castanho, com o intuito de cumprir mais ordens judiciais acerca deste assunto”, explicou o delegado.

Os mandados de prisão civil foram expedidos pelo juiz Rivaldo Matos Norões Filho, da Vara Única da Comarca de Careiro Castanho e os indivíduos ficarão custodiados na carceragem da 34ª DIP, à disposição do Poder Judiciário.