Selton Mello e outros brasileiros são convidados para a Academia organizadora do Oscar

Selton Mello em ‘O mecanismo’ — Foto: Divulgação

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou a lista anual com seus novos convidados para se tornarem membros. Entre as 397 pessoas de 54 países, estão o ator Selton Mello, os diretores Bruno Barreto (“Crô: O filme”, “Flores raras”) e Jeferson De (“Doutor Gama”) e outros brasileiros.

Se todos aceitarem, a organização responsável pelo Oscar passará a contar com 10.665 membros, que podem votar na premiação já em 2023.

Entre os brasileiros estão:

Selton Mello (ator)
Bruno Barreto (diretor)
Jeferson De (diretor)
Emilio Domingos (documentarista)
Sara Silveira (produtora)
Ilda Santiago (executiva)
Waldir Xavier (engenheiro de som)

Além de Selton e dos diretores, a entidade também convidou Emilio Domingos, diretor de documentários como “Favela É Moda” (2019), a produtora Sara Silveira (“As boas maneiras”), a diretora do Festival do Rio, Ilda Santiago, e o engenheiro de som Waldir Xavier (“A vida invisível”).

Diversidade e o pop

A lista de 2022 apresenta números parecidos à de 2021, que tinha 395 convidados de 50 países, e representa o esforço da entidade para aumentar a diversidade de seus membros.

Este ano, 44% são mulheres, 37% são representantes de minorias ou grupos com pouca representatividade, e 50% são de países fora dos Estados Unidos. Há 71 indicados ao Oscar e 15 vencedores.

Também existem convidados mais pop, como a cantora Billie Eilish e seu irmão, Finneas O’Connel, vencedores do prêmio de canção original com “No time to die”, de “007: Sem Tempo Para Morrer”, em março.