Sem detalhar quem vai utilizar, prefeito de Barreirinha pretende gastar mais de R$ 9 milhões para comprar combustíveis

Prefeito Glênio Seixas (MDB)

Mesmo com o município de Barreirinha (a 330 quilômetros de Manaus) em estado de alerta e sendo duramente castigado pela cheia, o prefeito Glênio Seixas (MDB) resolveu contratar uma empresa por mais de R$ 9 milhões para o fornecimento de combustíveis e derivados de petróleo. O prefeito não cita para qual secretaria os combustíveis devem ser entregues. A compra ocorre após ele também priorizar a contratação do show de Solange Almeida e Léo Magalhães como atração nacional do 141° aniversário da cidade, que acontecerá no dia 9 de junho e custou R$ 380 mil.

A licitação aconteceu na modalidade Pregão Presencial N°010/2022-CPL/PMB. O documento foi publicado no Diário Oficial dos Municípios (DOM) nessa terça-feira (3) e possui assinatura eletrônica do prefeito (confira o documento no final da matéria).

As escolhas que estão sendo priorizadas pelo prefeito Glênio Seixas têm deixado a população de Barreirinha aborrecida, pois muitos denunciam ao Radar que os valores pagos poderiam ser revertidos em outras prioridades, como por exemplo, em ações de combate à cheia, que impacta diretamente na vida das pessoas.

Porém, mesmo com todos os alertas de cheia, a Prefeitura de Barreirinha deixa tudo para cima da hora. Dessa vez, a empresa contratada foi a C MENDES DA SILVA EIRELI, inscrita no CNPJ 06.323.855/0001-30, e que tem como principal atividade econômica o comércio varejista de combustíveis para veículos automotores, além de possuir capital social de  R$ 1 milhão e ter como sócio Cornélio Mendes da Silva.

Respostas

O Radar procurou a Prefeitura de Barreirinha e questionou se já há um plano para diminuir o impacto da cheia no município e o motivo da demora em atender a população que está sendo prejudicada. Também questionamos sobre a quantidade de combustível que cada secretaria irá receber, mas até  a publicação desta matéria, não houve retorno.

Confira os documentos:

Empresa contratada C MENDES

Contrato de Barreirinha (1)