Anúncio Advertisement

Semana Nacional de Museus iniciou nessa segunda-feira com programação especial

Com o tema “Museus Hiperconectados: Novas abordagens, Novos públicos”, a Semana Nacional dos Museus chegou à 16ª edição nessa segunda-feira (14), e tem uma vasta programação que acontece em mais de 1.000 museus em todo país, até o próximo domingo (20). O evento é coordenado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em comemoração ao Dia Internacional dos Museus.

Durante a Semana, serão realizadas em Museus da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) atividades como: palestras, rodas de conversa, exposição, instalação, apresentações artísticas, visitações e contação de histórias. “Todos os anos participamos deste evento e, para esta edição, nos concentramos em rodas de conversa com diferentes grupos sociais, além da programação voltada para o tema ‘Museus Hiperconectados’, com novas abordagens e a captação de um novo público. O que já acontece não só nos museus da SEC, mas também em todos os nossos equipamentos culturais”, salienta a diretora de Museus da SEC, Cléia Viana.

A diretora também destaca que a concepção de museu foi mudada e que hoje ele não é apenas um lugar onde são “guardados objetos antigos”. “Os museus são identidades vivas e ativas, e também são prioritariamente geradores de informação. Eles se comunicam com a sociedade, porque dentro deles ficam guardadas parte da história e da identidade de um determinado espaço social”, afirma.

Palacete Provincial – O Palacete Provincial, que abriga cinco museus de diferentes linguagens: Museu de Arqueologia, Museu da Imagem e do Som (Misam), Museu de Numismática do Amazonas, Museu Tiradentes e a Pinacoteca do Estado, receberá na segunda, a palestra “O olhar dos freis capuchinhos sobre a cultura dos índios Tikuna do Alto Solimões”, que será mediada pela diretora do Teatro Amazonas, Jessilda Furtado, às 9h.

No mesmo dia, acontece a apresentação do vídeo instalação de Keila Serruya, intitulado “Afronta – Preta Rei”, e também estará aberta para visitação, das 9h às 14h, a exposição “Acervo Digital”, que traz vídeos sobre digitalização de moedas, cédulas, fotos e documentos.

Na terça-feira (15), haverá a roda de conversa “Coletivo Manas”, no auditório Multiuso Cel. Pedro Henrique, das 9h às 10h. Já na quarta-feira (16), a programação continua com a mesa redonda “Negritude e Religiosidade”, às 9h, e a apresentação “Mulheres em movimento”, às 10h.

“Identidade: patrimônio material e imaterial” é o tema da mesa redonda, que acontecerá na quinta-feira (17) e terá como convidados Kaká Bonates, Jamily, Mestre Castro e Otto Franco.

As mulheres são o destaque da programação nesta sexta-feira (18) a partir das 9h, com a mesa redonda “Feminismo Plural”, e a apresentação do “Rap feminino com mulheres in rima”, e no sábado (19), haverá a mesa de jogos RPG, às 9h, e também a apresentação do Malungu Dudu, Grupo Matumbé e Tambor de Crioula, às 10h.

Encerrando a programação no próximo domingo, dia 20, ocorrerá a roda de conversa com as Crioulas do Quilombo de São Benedito, às 10h, e logo após, a banda Papo de Preto fará um show com um repertório de samba e soul, onde mostra sua visão da contribuição negra na cultura e na música.

Museu Casa Eduardo Ribeiro – O artista plástico e professor Otoni Mesquita promoverá, no Museu Casa Eduardo Ribeiro, o tour “Eduardo – o artífice da cidade”, a partir das 9h, na terça-feira.

A programação segue na quarta-feira, com contação de histórias, que terá como tema “Histórias que meus avôs contavam”, às 9h. E na quinta, a palestrante Dorinethe Bentes conversará com o público sobre a “Negritude do século XIX na pessoa de Eduardo Ribeiro”, às 9h.

Museu do Homem do Norte – A Biblioteca Volante Vinícius Câmara, que tem acervo de 600 unidades de livros infantis, infantojuvenis e juvenis, com diversos gêneros literários, estará de 14 a 18 de maio no hall do Centro Cultural dos Povos da Amazônia, das 8h30 às 12h.

E nos dias 14, 16 e 18 a Associação das Mulheres Indígenas Sateré Mawé realizará demonstrações de confecção e comercialização de alguns artefatos indígenas, no horário das 8h às 16h.

Para encerrar a programação do Museu do Homem do Norte, no dia 18 de maio ocorrerá a roda de conversa “A presença negra no estado do Amazonas”, às 9h, com convidado Luiz Fernando Costa.

Serviço

O quê :16ª edição da Semana Nacional de Museus.

Quando: Segunda (14) a Domingo (20).

Onde: Palacete Provincial, Praça Heliodoro Balbi, Centro; Museu Casa Eduardo Ribeiro, Rua José Clemente, 322 – Centro Histórico de Manaus; Museu do Homem do Norte, dentro do Centro Cultural dos Povos da Amazônia, Av. Silves, nº 2.222, (antiga Bola da Suframa), Distrito Industrial I.

Acesso: Gratuito.