Semsa visitará 28 mil imóveis para diagnóstico sobre infestação de Aedes em Manaus

Foto: Arquivo/Semsa

Com uma redução de 54,05% dos casos confirmados de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti no ano de 2018, em comparação com 2017, a Prefeitura de Manaus já prepara a realização de um novo diagnóstico para levantar informações sobre o índice atual de infestação do mosquito no município de Manaus.

Sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o diagnóstico será realizado no período de 4 a 18 de fevereiro, incluindo os sábados, com o apoio de 380 profissionais. A estimativa é que sejam visitados aproximadamente 28 mil imóveis.

A estratégia de trabalho é baseada na visita domiciliar por meio de agentes de endemias, buscando identificar e coletar as formas imaturas (larvas) do mosquito, com eliminação e tratamento de potenciais criadouros do Aedes aegypti.

Com esses dados, informa a gerente, será possível elaborar estratégias de combate ao mosquito de acordo com a realidade atual, além de tornar possível preparar um Mapa de Vulnerabilidade dos bairros, identificando os locais prioritários para o controle do Aedes.

Casos

Em 2018, o município de Manaus registrou 419 casos confirmados de dengue, zika vírus e chikungunya, representando uma redução de 54,05% em comparação com 2017, quando foram confirmados 912 casos.

Em comparação a 2017, os casos confirmados de dengue reduziram em 79%, os de zika vírus diminuíram em 10,29% e a redução de chikungunya chegou a 91,7%.