Senadores vão apresentar na Câmara impeachment de Ernesto Araújo

Um grupo de senadores apresentará na Câmara dos Deputados na tarde desta segunda-feira (29) o pedido de impeachment do Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

O documento está sendo preparado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) com o apoio dos senadores Randolfe Rodrigues(Rede-AP), Leila Barros (PSB-DF) e Simone Tebet (MDB-MS).

“Será apresentado hoje na Câmara. A gestão dele se enquadra em crime de responsabilidade por dois motivos: ato hostil contra nação estrangeira e falta de decoro”, explicou Alessandro Vieira.

Ao apresentar o pedido na Câmara, a ideia é também colocar deputados na pressão para que Ernesto caia.

Havia uma discussão se era melhor entrar no STF ou na Câmara, mas o grupo avaliou que seria melhor no próprio Congresso porque incluiria deputados na pressão política.

Também foi avaliado que procedimentos anteriores contra ministros do governo, como Abraham Weintraub, não evoluíram na Corte com a velocidade que se desejava.

Além disso, a interpretação foi a de que Ernesto Araújo se enquadra mais em casos de crime de responsabilidade, a ser julgado pelo Congresso, do que crimes comuns, que seria julgado pelo STF.

Caberá agora ao presidente da Câmara, Arthur Lira, analisar o pedido.