Serafim Corrêa vai garantir construção de laboratório de saúde através de emenda parlamentar em Manaus

Dos 24 deputados estaduais, somente Serafim destinou recursos para a atenção básica na saúde de Manaus.

Foto: Marcelo Araújo

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) destinou R$ 1,5 milhão em emenda parlamentar para a Semsa (Secretaria Municipal de Saúde). Os recursos serão destinados para a construção do Laboratório Distrital Sul de Saúde. Nesta segunda-feira (27), foram apresentados os projetos das novas unidades da rede de Atenção Primária em Saúde.

Os projetos de construção e reforma estão em fase de finalização e caminham para elaboração de orçamento.

“Os laboratórios começaram a ser implantados de 2005 a 2007, quando fui prefeito de Manaus. Os primeiros laboratórios foram os das zonas Leste e Norte, nas administrações seguintes foram implantados os laboratórios Sul e Oeste, mas obviamente eles estão em espaços que não foram construídos para serem laboratórios. Quando foi no ano passado, o prefeito David Almeida foi à Assembleia Legislativa e fez um apelo para que os deputados apresentassem emendas para a Prefeitura de Manaus. Há necessidade do prefeito intensificar essa corrida e sugiro ao secretário Djalma Coelho de ir para o corpo a corpo”, sugeriu.

De acordo com as informações, dos 24 deputados estaduais, somente Serafim destinou recursos para a atenção básica na saúde de Manaus. Também destinaram recursos para a Semsa, os deputados federais Marcelo Ramos e José Ricardo, além do senador Eduardo Braga.

A cobertura de saúde em Manaus está em 64% e a meta é que chegue a 75% o que trás benefícios para a população em geral.

Serafim destinará novas emendas para a Semsa

O deputado adiantou que destinará recursos em emendas parlamentares de 2022 para a construção de um novo laboratório distrital no ano que vem.

“Devo dizer também que quem insistiu para que o projeto fosse esse foi o Marcelo Serafim, que é farmacêutico bioquímico, e que teve todo o interesse em pedir, cobrar. E eu já assumo o compromisso de apresentar uma outra emenda para outro laboratório no ano que vem”, concluiu Serafim.