Serafim quer reunir operadoras de Internet para discutir sobre a implantação do 5G no AM

A expectativa é que a reunião ocorra no mês de março

Foto: Divulgação

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) quer convocar representantes das operadoras Tim, Claro e Vivo para uma reunião técnica, na Assembleia do Amazonas, com a finalidade de debater a implantação do sistema 5G no Estado. A expectativa é que a reunião ocorra no mês de março. Serafim afirmou, nessa quinta-feira (17) que Manaus já está na fase final do projeto de lei para instalação da infraestrutura adequada para receber a tecnologia.

“O combinado com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e o Ministério das Comunicações é que no mês de julho seja implantada a tecnologia 5G nas capitais. Isso não impede também que o sistema seja implantado em outras cidades. Apenas 12 capitais se prepararam para isso e Manaus ainda está entre as que não se prepararam”, disse Serafim.

Presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação da Assembleia do Amazonas, Serafim reunirá as empresas para busca de soluções de melhorias de Internet também no interior do Amazonas.

“Manaus e o interior do Amazonas sofrem muito com problemas de Internet, mas no interior a Internet, vamos ser francos, não existe. A tecnologia 5G é uma alternativa que permitirá o interior sair do isolamento”, defendeu.

Para o líder do PSB na Casa Legislativa, os municípios mais próximos de Manaus devem ser os primeiros a aprovar essa legislação. “Iranduba, Novo Airão, Manacapuru, Castanho, Careiro da Várzea, Autazes, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Itapiranga e Silves seriam os primeiros a implantarem as suas legislações de tal forma a atrair o 5G”, pontuou.

O parlamentar também fez um apelo para que os prefeitos tomem as providências em legislação para que os principais municípios do interior se tornem aptos a receber o serviço.

“A tecnologia também é necessária em municípios polo, por calha de rio, como Parintins, no Baixo Amazonas; Humaitá, no Rio Madeira; Boca do Acre, no Purus; Eirunepé, no Juruá; e Tabatinga, no Alto Solimões, além de Tefé e Coari. Assim, teríamos um arco significativo de antenas 5G a permitir a implantação desse serviço que é uma revolução. Apelo aos prefeitos dessas cidades que tomem essa providência”, concluiu.

(*) com informações da assessoria