Série Guaraná volta ao palco do Teatro Amazonas em três apresentações

maxresdefault

A “Série Guaraná”, uma das principais produções culturais regulares do Governo do Amazonas / Secretaria de Estado da Cultura, voltará à programação do Teatro Amazonas às 20h desta quinta-feira (6), com a apresentação de clássicos da música erudita mundial e nacional. Durante o mês de agosto serão três apresentações da Amazonas Filarmônica, sob regência de um dos mais premiados maestros brasileiros da atualidade e regente oficial da Orquestra Amazonas Filarmônica, Luiz Fernando Malheiro. Os ingressos para os três concertos já estão sendo vendidos na bilheteria do Teatro Amazonas, que fica no Largo de São Sebastião. A entrada custa R$ 20 para a plateia e os outros setores têm entrada gratuita.

“A Série Guaraná é uma das principais atividades artísticas do Estado e exalta o trabalho desenvolvido pela Orquestra Amazonas Filarmônica. Esses músicos estão recebendo destaque cada vez maior no cenário da ópera nacional e muito deste reconhecimento se dá pelo trabalho desenvolvido na Série Guaraná”, afirmou o secretário de Estado da Cultura, Robério Braga.

Nesta quinta-feira (6) a Amazonas Filarmônica vai interpretar sinfonias de Mozart, Friedrich Weber eAlberto Nepomuceno. O concerto, que terá aproximadamente uma hora e meia de duração, vai mostrar ao público a qualidade musical dos 78 músicos que compõem a Amazonas Filarmônica. “São obras musicais que exploram ao máximo a performance desses artistas, pois os obrigam a ter um cuidado redobrado com a sonoridade e qualidade das obras apresentadas”, afirmou o maestro Malheiro.

No repertório deste concerto estão a abertura da ópera Oberon, de Weber, que recria um cenário fantástico, caracterizada pelas as três notas tocadas pela trompa logo no início da obra. Mozart será homenageado com a interpretação da sinfonia 29 e Nepomuceno com a obra “Sinfonia em Sol Menor”.

Na apresentação seguinte, que está agendada para o dia 13 de agosto, serão interpretadas as sinfonias nº 4 e nº 8 do alemão Ludwig van Beethoven. A quarta sinfonia foi escrita em 1806 e estreou no ano seguinte e a oitava sinfonia foi composta em 1812 e desvia-se da tradição clássica, sendo uma obra mais intensa.

O roteiro de apresentações da Série Guaraná em agosto encerrará no dia 27, quanto a Orquestra Amazonas Filarmônica fará uma verdadeira homenagem à música erudita brasileira, interpretando clássicos deJohn Neschling, Camargo Guarnieri e Heitor Villa-Lobos.

Todas as apresentações terão início às 20h e os portões do Teatro Amazonas abrem ao público meia hora antes do início do espetáculo.

O maestro

Luiz Fernando Malheiro, que retorna ao palco do Teatro Amazonas regendo a Orquestra Amazonas Filarmônica, é um dos maestros com maior reconhecimento da ópera brasileira na atualidade, tendo regido mais de 50 títulos. Além de ser o diretor artístico e regente titular da Orquestra Amazonas Filarmônica, Malheiro é diretor artístico do Teatro São Pedro de São Paulo e regente titular de sua orquestra.

No seu currículo estão a regência de espetáculos como Festival de Ópera de La Coruña, na Espanha e já esteve à frente de grandes grupos internacionais, como a Orquestra Sinfônica de Roma, Orquestra Sinfônica de Miami, Orquestra do Teatro Olímpico de Vicenza, Sinfônica de Bari, Orquestra da Ópera Nacional de Sófia, Orquestra Sinfônica de Porto Rico, dentre outras.

No Brasil já regeu a Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, a Sinfônica Brasileira, a Sinfônica de Minas Gerais, a Filarmônica de Minas Gerais, a Sinfônica do Paraná, a Orquestra Sinfônica da Bahia.

Malheiro já venceu foi o vencedor do Prêmio Carlos Gomes, sendo campeão na categoria Regente de Ópera, nos anos de 2009, 2011 e 2012.

Para mais informações sobre outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse facebook.com/culturadoamazonas e o Portal da Cultura www.cultura.am.gov.br

Serviço:

O quê: apresentação da Orquestra Amazonas Filarmônica, na Série Guaraná.

Quando: Nos dias 6, 13 e 27 de agosto.

Onde: Teatro Amazonas, no Largo de São Sebastião.

Ingressos: R$ 20 para plateia e outros setores com entrada franca.

Mais informações: Bilheteria do Teatro Amazonas.

maestro