SES-AM requisita leitos em hospitais privados no Amazonas

O edital serve para os estabelecimentos se voluntariarem na oferta de leitos, para atendimento a pacientes da rede pública

Foto: Rodrigo Santos/SES-AM

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) divulgou, na última edição do Diário Oficial, o Edital de Chamamento Público nº 001/2022 para credenciamento de leitos clínicos e de UTI, para pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou com Covid-19, de outras unidades de saúde privada da capital. A medida está prevista no Plano de Contingência Estadual do Amazonas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Esses leitos estão requisitados por ordem judicial desde 2021, mas o edital serve como oportunidade para esses estabelecimentos se voluntariarem na oferta de leitos, para atendimento a pacientes da rede pública, em caso de necessidade, em um cenário de alta da demanda por conta de SRAG ou Covid-19.

O edital estará aberto no período de 10 a 20 de janeiro podendo ser consultado, bem como seus anexos, no site da Secretaria de Estado de Saúde.

Além desta iniciativa, a SES-AM avalia outras possibilidades para ampliação do número de leitos em caso de aumento da taxa de ocupação da rede pública estadual. Na última semana, a pasta realizou visita técnica ao Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), visando a assinatura de convênio para uso da estrutura e disponibilidade de leitos para atender pacientes com SRAG; 54 leitos clínicos e 20 leitos de UTI podem ser disponibilizados na unidade federal.

A SES-AM ainda conta com o Hospital de Combate Nilton Lins que está requisitado pelo Governo do Amazonas desde 25 de janeiro de 2021; e se mantém à disposição da SES-AM por precaução. A unidade é exclusiva para pacientes diagnosticados com Covid-19. A estrutura do Hospital de Combate possui 81 leitos clínicos e 22 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) à disposição do Governo. A determinação do secretário é para que a unidade esteja preparada para receber pacientes.