#SheDecides, disse Rebecca, mas quem manda no PP agora são os Lins – ou #NegãoDecides

Na filiação do presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), David Almeida, ao PSB do ex-prefeito e agora deputado estadual Serafim Corrêa, ela vestia uma camiseta onde estava escrito #SheDecides, ou seja, “ela decide” . Rebecca Garcia propagandeou sua independência ladeando no palanque o protagonista do ato de filiação, David Almeida, de quem recebeu apoio irrestrito em sua candidatura ao Governo nas eleições suplementares do ano passado.

Mas, também presente ao ato de filiação, seu pai, Francisco Garcia, presidente regional do PP, sigla da qual Rebecca também faz parte, carregava pose e trejeitos como a dizer: “quem decide sou eu”. Mas, pelo que parece, o destino traiçoeiro pegou pai e filha sem aviso prévio – ou será que eles combinaram voto errado que nem faz a Ana Clara e seu “papito” no Big Brother?

Só sei que numa disputa eleitoral que mais parece roda de capoeira – pernadas mil – do que eleição, a direção nacional do PP, segundo informações que chegaram ao Radar, teria decidido colocar os irmãos Lins, Belão e Átila, no comando do partido, levando em conta, entre outras coisas, a hegemonia que a dupla, um deputado estadual (Belão) e outro federal (Átila), tem no interior do Estado onde pelo menos 30 dos 61 prefeitos do Amazonas são seus aliados políticos.

E, quem conhece os irmãos Lins, sabe muito bem que em todo processo eleitoral eles só aceitam ser protagonistas e não coadjuvantes. Ou seja, nem a propaganda de decisão de Rebecca está norteando mais os destinos do PP, nem o “papito” Francisco Garcia que há anos manda e desmanda na sigla e, segundo as línguas bifurcadas de plantão, nem mesmo Atila e Belão determinam o que vai acontecer daqui pra frente com o PP nessas eleições. O Radar captou que o PP caminha agora #NegãoDecides.