Show “Influência Amazônica” reúne grandes artistas locais

Na próxima quarta-feira (16), a partir das 20h, o Teatro Amazonas abre suas portas para o show ‘Influência Amazônica’ reunindo quatro cantores de renome da Música Popular Amazonense: Raulnei, Zezinho Corrêa, Ketlen Nascimento e Rainier de Carvalho e banda. O encontro musical vai celebrar o amor à natureza e à Amazônia. O ingresso custa R$ 50,00 (meia) e estão disponíveis na bilheteria do Teatro Amazonas no horário comercial e online pelo link https://www.bilheteriadigital.com/show-influencia-amazonica-16-de-outubro.

“Trata-se de um encontro musical dos artistas em uma homenagem a Amazônia, trazendo um repertório de músicas de compositores da Amazônia, como Raulnei, Rainier de Carvalho, Sérgio Souto, Ketlen Nascimento, Adelson Santos, Ronaldo Barbosa, Chico da Silva entre outros”, explica o organizador do evento, Raulnei de Carvalho.

Repertório

Raulnei apresentará músicas novas do seu repertório ainda não gravado. Em primeira mostra as músicas “Minha Estrada” e “Influência Amazônica”, inéditas, junto com novas composições como “Ética” e “Transformação” que já vêm sendo tocadas em shows anteriores. Além de “O Norte É O Oriente” e “Consciência”, já conhecidas do público. Contará o duo com Ketlen Nascimento na música “Vem”, gravada anteriormente no álbum “Flores”, do artista.

Rainier de Carvalho interpreta as músicas do seu álbum mais recente, “Místico”, “Segredo Sagrado”, uma nova interpretação da belíssima “Minha Aldeia” de Sérgio Souto, além de dividir com Zezinho Correa “Lamento de Raça”, boi bumbá de Emerson Maia que retrata a luta pela defesa da floresta amazônica.

Ketlen Nascimento escolheu a música “Amazônia”,  título do seu álbum lançado anteriormente, além de “Águias”, também de sua autoria, “A Resistência da Utopia Amazônica”, de Geandro Pantoja, e “Não Mate A Mata”, de Adelson Santos, entre outras.

O momento final do show recebe Zezinho Correa, integrante da banda Carrapicho que alcançou sucesso mundial,  com a música “Tic Tic Tac”, que fará parte do repertório, junto com “O Amor Está No Ar”, “Amazonas, Meu Amor” de Chico da Silva entre outras.

(*) Com informações da SEC