S’il vous plait, pouvez rester silencieux, enseignant?

Melo Motoserra

Não entendeu, gente? Eu explico! Essa frase nada mais significa do que “por favor, dá pra ficar calado, professor?”. Escrevi a frase em francês pra ver se um dos notáveis assessores do governador professor José Melo decora, e repete exaustivamente no ouvido do professor porque, levando-se em consideração o que ele anda declarando em entrevistas à imprensa, com certeza vai ouvir isso durante o período em que estiver em Paris, capital da França, participando da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas.

Imagina, meu povo, que o nosso Chefe do Executivo, professor Melo, pelo que disse à imprensa local, pretende ameaçar líderes mundiais, representantes de 195 países, de sair com uma motosserra em punho derrubando árvore na floresta amazônica se não derem o que ele quer: dinheiro pra manter as árvores em pé. Pode, gente?

Dá pra denominar isso de “terrorismo ecológico” – e ainda tem jornalista da nossa terra escrevendo que isso significava “endurecer o discurso”! Melo vai endurecer o discurso com quem? Com o Obama? Com Angela Merkel? Ou com os líderes dos países árabes?  Vai querer dar uma de “homem bomba”, é? Olha que vai ter gente torcendo que se exploda!

Pois o nome que dou a isso não é nem pagar mico, é pagar um King Kong mundial. E que não o deixem falar também sobre energias alternativas que não provocam o efeito estufa porque se sair de novo, a exemplo da campanha política, chamando energia eólica de “aeólica” aí é que, além de terroristas ecológicos, ainda vão nos acusar de “terrorismo verbal”. E o problema diplomático causado pelo professor ainda vai ficar pior! A Dilma que se cuide! (Any Margareth)