Anúncio Advertisement

Sinais de tristeza no nosso Radar com a morte do desembargador Paulo Feitoza

Nosso Radar, nessa quinta-feira (16) está com sinais de profunda tristeza. O Amazonas perdeu um exemplo de dignidade, honestidade, bondade e humildade com a morte, em Manaus, aos 93 anos de idade, do desembargador aposentado Paulo dos Anjos Feitoza, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE)

Por meio de nota de pesar, o Tribunal de Justiça do Amazonas lamentou a morte do desembargador aposentado. O presidente da Corte Estadual, desembargador Flávio Pascarelli, assinou a Portaria nº 2.476/2017, decretando Luto Oficial no Poder Judiciário do Estado do Amazonas de cinco dias em razão do falecimento do magistrado.

“Com isso, as bandeiras ficarão hasteadas a meio mastro nos dias 16, 17, 18, 19 e 20 deste mês”. Diz a nota.

Carreira de Magistrado 

O desembargador Paulo dos Anjos Feitoza tinha 93 anos e iniciou sua carreira na Magistratura amazonense em 1952 – nomeado em outubro e empossado no mês de dezembro -, quando, através de concurso público, foi aprovado e designado para a Comarca de Eirunepé, interior do Amazonas, onde desempenhou com honradez e responsabilidade suas atribuições de juiz até o ano de 1960.

Ele também atuou na Comarca de Maués (1960 – 1964) até sua promoção para juiz de Direito da capital, desempenhando suas funções em diversas Varas; foi promovido a desembargador em 1967, pelo critério de merecimento, atuando nas Câmaras Cíveis.

Ele era casado há 64 anos com a senhora Maria do Carmo de Brito Feitoza e deixa quatro filhos (Leonel, Rosanila, Carlos Geraldo e Paulo), 11 netos e 2 bisnetos.

Velório

 O velório do desembargador aposentado Paulo dos Anjos Feitoza está sendo realizado no Santuário de Nossa Senhora de Aparecida, localizado à rua Comendador Alexandre Amorim, 341, no bairro de mesmo nome, zona Sul de Manaus, a partir das 15h desta quinta.

O sepultamento está marcado para esta sexta-feira (17), no Cemitério São João Batista, avenida Alvaro Maia, às 10h.