Sindicato dos professores é atendido pela Aleam; nova audiência será marcada (ver vídeo)

blank

Foto: Divulgação/Asprom Sindical

Após manifestação do Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom Sindical) na manhã desta quarta-feira (16), o sindicato foi recebido pela Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDH/Aleam) e solicitou uma nova audiência pública.

Segundos os professores, é necessário ser debatido o atual quadro de intensificação da pandemia do coronavírus e as dificuldades enfrentadas nas aulas presenciais de Ensino Médio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Ainda conforme Asprom Sindical, o presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado Dermilson Chagas se comprometeu de imediato com a realização da nova audiência entendendo a gravidade da situação atual, com o aumento assustador dos casos de contaminação ocorrido nas últimas semanas em Manaus e apresentou a data indicativa do dia 24 de setembro para a Comissão atender o pedido do nosso sindicato.

Em nota, o sindicato ressaltou a necessidade de nova audiência, pois a anterior pela presidente da Comissão de Educação, deputada Therezinha Ruiz, não houve indicação para o Governo suspender às aulas presenciais na Seduc. ” A própria Deputada Therezinha Ruiz se nega fazer qualquer recomendação que desagradasse ao Governo, visto que a Deputada é da base de apoio do Governador Wilson Lima na Aleam”, informou Asprom.

A entidade espera que nesta nova audiência a Comissão de Direitos Humanos tenha condições de apresentar “os dados verdadeiros sobre a pandemia e sobre as contaminações dos professores”, assim como a indicação de suspensão das aulas presencias.

Após ato público da Asprom Sindical na Aleam, Professores são atendidos por deputados

Após ato público da Asprom Sindical na Aleam, Professores são atendidos por deputados

Posted by Radar Amazônico on Wednesday, September 16, 2020

*Com informações da assessoria.