Sinetram entrega senha mestra do sistema de transporte público aos vereadores

Todos os dados do transporte público da cidade de Manaus agora estão nas mãos dos vereadores da Câmara Municipal de Manaus, que receberam na tarde da quarta (22), a senha mestra de acesso ao sistema que monitora as concessionárias ligadas ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram).

A despeito do que afirma o Governador José Melo (Pros), responsável por retirar os subsídios do Governo do Amazonas, e forçar o aumento da passagem de ônibus pela Prefeitura de Manaus, o sistema não é uma “caixa preta” fechada a sete chaves. Mostra disso é a abertura, sem ressalvas, do acesso ao sistema de monitoramento.

A senha foi repassada a todos os vereadores pelo presidente da Comissão de Transporte, Mobilidade Urbana e Obras Públicas da Câmara Municipal de Manaus (COMTMOP), vereador Rosivaldo Cordovil (PTN), e pelo presidente do Sinetran, Carmine Furletti, em visita técnica à sede da Acop, no bairro Vieiralves, zona Centro-Sul.

Os vereadores tiraram suas dúvidas sobre o monitoramento, conhecendo as salas onde são observados durante o período que circulam (das 4 da manhã até a meia-noite, diariamente) os aproximadamente 1,4 mil ônibus das 220 linhas em funcionamento na capital, transportando 22 milhões de passageiros ao mês.

De acordo com o vereador Rosivaldo, a visita serviu especialmente para os vereadores de primeiro mandato conhecerem como funciona a bilhetagem do transporte público assim como todo o controle operacional do sistema.

“Estamos mais subsidiados para a audiência pública sobre o sistema”, destacou o vereador, fazendo referência à audiência pública a ser realizada nesta sexta (24), no Plenário da Casa Legislativa, para discutir o transporte coletivo de Manaus.

Os vereadores ficaram sabendo, por exemplo, que as empresas que prestam um bom serviço à população recebem prêmios para incentivar a melhoria do serviço. Enquanto as empresas que não atendem aos níveis de qualidade são chamadas a melhorar sua atuação.

“O sistema arrecada com as passagens e o valor é rateado para cada empresa de acordo com sua performance: se uma empresa circula menos, vai arrecadar menos”, afirma o diretor executivo do Sinetram, Ozarias Carvalho.

Participaram da visita técnica, além do presidente da COMTMOP, a vice-presidente Glória Carratte (PRP) e os vereadores membros Jaildo dos Rodoviários (PCdoB), Joelson Silva (PSC), Bessa (PHS),  Diego Afonso (PDT) e Claudio Proença (PR), além dos vereadores João Luiz (PRB), Reizo Castelo Branco (PTB), Dante (PSDB), Professor Gedeão (PMDB) e Professor Fransuá (PV).