Site do TSE bate recorde com mais de 1,1 milhão atendimentos em 36 horas

De segunda-feira (2) até 15h desta terça-feira (3), apenas no sistema Título Net foram mais de 640 mil acessos. Prazo para regularizar documento, ou solicitar primeira via, acaba nesta quarta-feira (4).

Foto: Reprodução

O site do Superior Tribunal Eleitoral (TSE) bateu o recorde de atendimentos, em 36 horas, com 1,167 milhão consultas. O levantamento é referente ao período entre a manhã de segunda-feira (2) até as 15h desta terça (3).

Desse total, mais de 640 mil solicitações foram feitas pelo Título Net. Pelo sistema Elo da Justiça Eleitoral, foram mais de 527 mil requerimentos de alistamento (RAEs).

O prazo para regularizar o título eleitoral ou para solicitar a primeira via do documento a tempo de votar nas Eleições de 2022, se encerra nesta quarta-feira (4) . Para priorizar esses atendimentos, o aplicativo e-Título fica fora do ar até a próxima quinta-feira (5). O programa só deve ser usado no dia da votação.

O alto número de acessos resultou na instabilidade momentânea do site do TSE na tarde de segunda e alguns serviços online chegaram a sair do ar. De acordo com o tribunal o reparo já foi realizado.

“Transbordou o número de acessos e o sistema ficou instável. Alguns eleitores tiveram dificuldade e foi preciso fazer um reforço tecnológico para resolver o problema. Hoje [terça-feira], está tudo normalizado”, diz o porta-voz do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), Fernando Velloso.

Fila nos cartórios eleitorais

Quem procurou os cartórios eleitorais na tarde desta terça-feira (5), Em Brasília, encontrou filas. O atendimento é feito mediante agendamento prévio.

Em Ceilândia, devido a alta procura, foram distribuídas 100 senhas para quem não havia agendado, no entanto, segundo o TRE, “não há garantia de atendimento”. No Recanto das Emas, alguns eleitores também ficaram do lado de fora esperando uma oportunidade para serem atendidos.

“Quem ainda não conseguiu atendimento virtual, não deve ir aos cartórios. Lá, é só por agendamento. Insista na internet, evite perder tempo em filas. Eles distribuem senhas, mas é uma loteria. É tentar um atendimento que pode não acontecer”, diz Fernando Velloso.

E quem não tem internet?

Para quem não tem acesso à internet, o porta-voz do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal, Fernando Velloso, recomenda que procure algum familiar ou conhecido que possa fazer os acessos pelo site do TSE. “O melhor é ter o apoio de alguém que saiba mexer e consiga fazer o passo a passo”, orienta (veja vídeo mais abaixo).

“É importante chamar a atenção para que o eleitor que não tem pendências não faça acessos desnecessários nos sites nesse período. Se votou nas últimas vezes e fez biometria certinho, está regularizado”, diz Velloso.

Verifique seu título

Para votar nas eleições de 2022, os eleitores a partir de 16 anos têm até esta quarta (4) para pedir a primeira via do título de eleitor ou regularizá-lo. O procedimento pode ser feito totalmente pela internet.

Para tirar o documento pela primeira vez, é necessário que o futuro eleitor informe, na página de requerimento do sistema Título-Net, a unidade da federação em que mora. Após esse procedimento, aparecem na tela informações sobre a digitalização dos documentos necessários para a solicitação:

uma foto tipo selfie segurando um documento de identificação;

comprovante de residência atualizado;

certificado de quitação de serviço militar, para homens de 18 a 45 anos.

Na página seguinte, em “Título de Eleitor”, ao solicitar a primeira via, a pessoa precisa marcar a opção “não tenho” para prosseguir com o atendimento. Depois do envio dos dados, os documentos serão analisados pela Justiça Eleitoral. O acompanhamento da solicitação pode ser feito também pelo site.

Para regularizar a situação do título de eleitor ou a retirada da primeira via do documento devem ser solicitadas pelo sistema Título Net, no Portal do TSE. Será preciso anexar documento oficial com foto, comprovante de residência, comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral e comprovante de quitação do serviço militar.

Os que desejam realizar alguma alteração no cadastro eleitoral, devem conferir a situação junto à Justiça Eleitoral, também pela internet. Em seguida, é preciso acessar o sistema Título-Net, solicitar requerimento para o atendimento desejado e enviar a documentação necessária para regularização.