‘Só pensei em proteger minha família’, diz idosa que esfaqueou assaltante

idosa assalto 2

A servidora pública D.O.M, de 60 anos, relatou os minutos de angustia que viveu ao reagir a um assalto no domingo (13) na casa onde mora no bairro Jardim Felicidade, na Zona Norte de Macapá. Ela conta que esfaqueou o suspeito de invadir a residência, atingindo-o na mão direita. “Não tive outra escolha”, desabafou a vítima.

De acordo com a família da idosa, essa seria a 6ª vez que o suspeito invadiu a casa. Ele também teria assaltado os vizinhos. Segundo a idosa, o homem arrombou uma janela da casa e pegou uma faca na cozinha.

“Minha filha percebeu que alguém estava em nossa casa e gritou me avisando. Corri para ver o que estava acontecendo e o vi dentro de casa. Então no desespero, abri a porta, peguei o facão e fui para cima dele. Com a forte emoção, só pensei em proteger minha família. Na hora nem vi onde o tinha atingido”, recordou a vítima.

Segundo a filha da idosa, ela e o suspeito iniciaram uma luta corporal e ele teria atingido os braços da vítima.

“Após ser esfaqueado, ele fugiu pela porta de frente, espalhando muito sangue. Imediatamente levamos minha mãe para o hospital”, comentou a filha que pediu para não ser identificada.

Aos 60 anos, D.O.M conta que foi a primeira vez que reagiu a um assalto. Abalada, a vítima relata que não consegue dormir e nem se alimentar devido ao ocorrido. Ela diz estar indignada com tanta insegurança que ocorre na região e iniciou reformas na casa para aumentar a segurança.

“Só de me lembrar eu tremo toda e me dá vontade de chorar. Sei que não é o correto a se fazer, mas quis defender minha família. Moro com meu esposo, que também é idoso, minha filha e meu neto. Não aguento mais ser vítima de assalto”, lamentou.

De acordo com a polícia, o suspeito, de 29 anos, foi encaminhado ao Hospital de Emergências de Macapá e posteriormente, levado ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval, na Zona Norte de Macapá.

Fonte: G1