Anúncio

Sobe para 26 número de casos confirmados de coronavírus no Amazonas

Foto: Reprodução Facebook

Subiu para 26 o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) no Estado do Amazonas. A informação foi divulgada neste domingo (22) pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e Secretaria de Estado de Saúde (Susam), durante coletiva de imprensa online realizada para atualização de informações. Até a noite desse sábado (21), os números de casos confirmados eram 11.

Segundo a diretora-presidente da FVS, Rosimary Pinto, são 25 casos confirmados em Manaus e 1 no município de Parintins. Além disso, há ainda 24 casos sendo investigados e processados no Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen), que é um dos quatro, em todo o Brasil, capacitados para diagnóstico da Covid-19.

“Todos os casos confirmados estão estáveis e estão em isolamento domiciliar. Não há gravidade nesses pacientes”, afirmou Rosimary. Além disso, segundo as informações, entre os casos confirmados há um idoso de 60 anos e uma idosa 83 anos, ambos em isolamento domiciliar e apresentando um quadro estável.

Rosimary Pinto informou ainda que foi identificada a existência de transmissão local comunitária, ou seja, uma pessoa transmitiu para a outra. Com isso, segundo ela, agora todos são um portador em potencial. “Se existe transmissão comunitária, qualquer caso de sintomas passa a ser encarado como Covid-19”, disse.

A partir disso, o Plano de Contingência passa agora para uma nova fase, onde o foco será nos casos confirmados. Portanto, não serão mais divulgados casos sintomáticos, somente os confirmados.

Caso em Parintins

O paciente confirmado com coronavírus em Parintins, segundo foi informado, é um homem que esteve em contato com pessoas de São Paulo, durante um evento em que ele estava presente. Ele voltou para Parintins e lá passou a ter os sintomas. De acordo com a presidente da FVS, ele foi transferido para Manaus e está internado no Hospital Delphina Aziz e está estável.

Delphina Aziz

O titular da Susam, Rodrigo Tobias, reforçou a informação de que o Hospital Delphina Aziz estará de portas fechadas para casos que não sejam especificamente de Covid-19.

“O Delphina Aziz vai estar com as portas fechadas, as pessoas devem procurar as outras unidades de saúde, como a UPA Campos Salles e os outros SPAs. O Delphina Aziz fica especifico para casos graves, casos confirmados de coronavírus”, afirmou.

Em relação a estrutura e capacidade da unidade de saúde, Rodrigo Tobias informou que há 50 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e haverá ainda expansão para 150 leitos. Além disso, segundo ele, em breve chegarão Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) apropriados para uso exclusivo de equipes de saúde.