Socorro!!! Chama a policia pra prender a polícia!!! (ver video)

Confesso que achei que houvesse algum exagero nessas notícias sobre o uso da Polícia Militar a serviço da candidatura à reeleição do governador José Melo. É que beira o inacreditável certas coisas, não é mesmo? Já era díficil de acreditar em reuniões de campanha dentro de quartéis – videos que o Radar postou – com a presença do governador José Melo. Ficou pior com o video mostrando viaturas e motos do Ronda no Bairro participando de carreatas – ou como denominou o jornalista Ronaldo Tiradentes “viaturatas”.

Ontem, terça-feira (23), a coluna Na mira do Radar seria sobre algo ainda mais aburdo que a gente só acreditou porque ouviu as gravações em audio que estão na Pocuradoria Regional Eleitoral (PRE), e foram ao ar pela TV Amazonas. Nelas, comandantes da PM marcam carreatas com a presença de policiais, onde determinam até mesmo o número de carros – nesse caso são quarenta para carreata em Manacapuru -, falam da presença de outros órgãos da segurança pública e até mesmo da polícia civil do Estado. Ao ser perguntado sobre a escala de serviço dos policiais, ou seja, daqueles que ficariam cuidando da segurança da população em Manaus, o comandante manda deixar isso pra lá, liberar os policiais e pronto. O que é isso minha gente? Me diga, se uma coisa dessas é possível?

Ouvi os áudios nem sei quantas vezes para acreditar. Mas, infelizmente, é verdade! Digo, infelizmente, porque tenho amigos na PM, muitos são soldados, cabos e sargentos, alguns poucos são oficiais. Mas os que conheço são profissionais, são gente correta, e que jamais concordaria com isso, com o desvio de função, com o desrespeito para com a população que é quem paga seus salários. Mas, coisa pior ainda estava por vir que é ter sido utilizado o aparato policial do Ronda no Bairro, até viatura da Rocam, sem contar com o uso até mesmo do helicóptero da policia para apreender panfletos, tentar invadir o comitê do principal adversário do governador nessa eleição, aterrorizar simples cabos eleitorais que apenas estão fazendo seu trabalho, ao invés de estar perseguindo bandidos, reprimindo o crime, cuidando da vida das pessoas – frase repetida não sei nem quantas vezes na propaganda política do humilde e bonzinho governador José Melo. Então, para aqueles que, como eu, já acharam dificil acreditar no comportamento abusivo e absurdo da nossa polícia, taí o video:

E ainda tem mais! Diferente da arrogância e prepotência que mostravam no início dos fatos, após terem sido devidamente avisados que tinham cometido ato ilegal e que iam para a Polícia Federal prestar esclarecimento, os ditos policiais militares pareciam meio zonzos e acabaram caindo em ato falho e confessando que estavam esperando o advogado da coligação. Como é que é? O que tem a ver o advogado da coligação do governador José Melo com os policiais? Agora a polícia também faz serviço encomendado de campanha é? Pelo visto, esses policiais que desconhecem as Leis serviram de instrumento para trabalho sujo, enquanto os mandatários do “serviço” que na maioria das vezes posam de homens dignos, que respeitam as pessoas, ficam nas sombras, sem se responsabilizar por nada. Taí mais um video, sem cortes, do policial confessando que estavam esperando advogado da coligação e, logo depois, falando o nome de quem os mandou cumprir a “missão”, o comandante do Ronda no Bairro, coronel Roosevelt (ver video)