SPA do Monte das Oliveiras registra lotação de pacientes suspeitos de covid-19

Pessoas esperam atendimento no SPA do Monte das Oliveira (Foto: Giovani Leite)

O crescimento nos casos de covid-19 no Amazonas já tem refletido na superlotação das unidades de saúde do Estado. A equipe do Radar flagrou, nesta terça-feira (29), grande quantidade de pessoas, muitas com sintomas de coronavírus, aguardando auxílio médico no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Enfª Eliameme Rodrigues Mady, no bairro Monte das Oliveiras, zona Norte de Manaus. 

Os relatos obtidos junto a funcionários do local, que não terão o nome revelado, são de que foi preciso solicitar a chegada de mais um médico na urgência para realizar os atendimentos.

Alguns pacientes e seus acompanhantes afirmam que chegaram ao SPA às 11h com os sintomas da covid-19, mas até às 15h20 ainda não tinham sido atendidos.

Essa lotação no SPA do Monte das Oliveira é registrada no mesmo dia em que a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) começou a montar tendas para triagem de pacientes com suspeita de infecção pelo coronavírus, na área externa dos Hospitais e Prontos-socorros Platão Araújo e 28 de Agosto.

O último epidemiológico registrou o diagnóstico de 318 novos casos de Covid-19, totalizando 196.754 casos da doença no estado. De acordo com o boletim, foram confirmados 16 óbitos por Covid-19, sendo seis ocorridos no domingo (27/12) e 10 encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 5.206 o total de mortes.

Ainda segundo a FVS, entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 670 pacientes internados, sendo 420 em leitos (132 na rede privada e 288 na rede pública), 243 em UTI (82 na rede privada e 161 na rede pública) e sete em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Em nota a Secretaria de Saúde informou que os Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) “são unidades de porta de entrada para o atendimento de pacientes na rede estadual de saúde, por isso, em alguns momento as unidades podem passar por picos de atendimento”.

“A SES-AM ressalta que todas as unidades de saúde da rede estadual possuem fluxos distintos para o atendimento de pacientes com Covid-19 e outras patologias. A secretaria destaca que todos os esforços estão sendo feitos para garantir atendimento à população e que conta com a colaboração da população para manutenção dos cuidados para evitar o contágio da Covid-19, como o uso de máscaras e o não comparecimento a qualquer tipo de aglomeração”.