Suspeito de enganar vítimas em site de compra e venda é procurado

Por suspeitas de envolvimento em um esquema de estelionato, cujas vítimas são usuárias de site de compra e vendas, Wenderson Rabelo de Oliveira, está sendo procurado pela polícia. Nessa terça-feira (5), o delegado Pablo Geovanni, titular do 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), solicitou a colaboração de todos na divulgação da imagem do suspeito. O crime ocorreu em julho deste ano.

De acordo com o delegado Pablo Geovanni, o homem agia com auxílio do irmão dele e um comparsa, respectivamente, identificados como Rafael Rabelo de Oliveira e Ivan Lopes da Graça, que já estão presos. O trio integrava um esquema que tinha início quando uma pessoa que anunciava produtos em sites de compra e venda, era escolhida. A partir de então, Wenderson e Rafael traçavam estratégias de negociação com a vítima e Ivan era o responsável por receber o produto oferecido.

“Durante as diligências em torno desse esquema, descobrimos que os suspeitos monitoravam os anúncios em sites de compra e vendas e, após escolherem o alvo, entravam em contato com a vítima, por meio de um aplicativo de mensagens instantâneas, onde se passavam por uma outra pessoa e davam andamento às negociações. No momento de efetuarem a compra, eles enviavam o extrato de pagamento para a vítima, que não sabia que os suspeitos depositavam o envelope bancário sem nenhuma quantia”, explicou o delegado Geovanni.

Disque-Denúncia

Quem puder colaborar com informações sobre a localização de Wenderson, entrar em contato com a equipe do 9º DIP por meio do número: (92) 99450-9140, o disque-denúncia da delegacia, ou, ainda, por meio do número 181, canal de delações da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).“Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu.

Com informações da assessoria