Suspeito de participação no assassinato de Romarinho Mec é preso em condomínio de Manaus

Homem é apontado como mandante do crime

Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (13) um outro suspeito de participar do assassinato do cantor de forró, Romário de Jesus, conhecido como ‘Romarinho Mec’, foi preso em um condomínio no bairro Dom Pedro, zona Oeste de Manaus. O suspeito é apontado como mandante do crime.

A prisão foi executada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que também realizou buscas na residência do suspeito que não teve a identidade revelada.

No dia 23 de setembro, outros dois suspeitos de participação na morte do cantor de forró também foram presos, são eles: Erick André Rebelo Dias e Gabriel Fernandes. Durante a abordagem, foram encontrados uma pistola 9 mm, várias munições e um fuzil. A dupla negou a autoria, mas a polícia acredita que eles participaram da morte de “Bruxo do Forró” e do amigo do cantor, o influenciador digital Illguinner de Menezes, o “Biber”, durante o velório do artista no Distrito do Cacau Pirêra, em Iranduba.

Relembre o caso

“Bruxo do Forró” foi morto após ser baleado com vários tiros na madrugada do dia 9 de setembro durante um atentado na rua Natividade, bairro Redenção, zona Centro-Oeste de Manaus.

Os populares relataram aos policiais militares da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que pistoleiros não identificados em um veículo prata, de placa não identificada, se aproximaram do cantor, que estava em um Hyundai HB20/Sedan branco, e atiraram diversas vezes contra o artista.

O cantor foi atingido com tiros na cabeça, tórax, costas e pernas. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) levou o artista para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar. Romário de Jesus era vocalista da banda de forró “Di Respeito”.