Suspeito de ser líder de facção criminosa é preso pela Polícia Civil

Ricardo Teixeira teria envolvimento no homicídio de dois homens no bairro Petrópolis

Após receber denúncia informando que Ricardo Teixeira de Araújo, conhecido como “Kakati”, estaria saindo do município de Barreirinha (a 331 quilômetros de Manaus) com destino a Manaus, policiais civis iniciaram diligências e se deslocaram até a embarcação que realizava o transporte do suspeito.

A equipe de policiais reconheceu o homem e realizou a prisão. A prisão ocorreu na tarde desta terça-feira (3). Ricardo é suspeito de participar de homicídios na região da Zona Oeste de Manaus.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o homem era procurado pela polícia por suspeita de envolvimento na morte de homens no bairro Petrópolis (Zona Sul), além de ser líder de uma facção criminosa que comandava a região.

A prisão de Ricardo Teixeira aconteceu dentro da embarcação ainda no Rio Negro, após ter saído do município de Barreirinha , com destino à capital Amazonense para participar de eventos festivos.

Segundo a polícia, Kakati é acusado de ser mandante e executor de dois homicídios. O primeiro ocorreu no dia 8 de junho do ano passado, no bairro Petrópolis. A vítima foi um homem identificado como Elcir Mário Ferreira, de 46 anos.

Em outra ocorrência, o criminoso é acusado de ser o autor do homicídio de Jackson de Moura Fernandes, de 27 anos, morto a tiros em dezembro de 2021, o crime aconteceu também no bairro de Petrópolis.

Após receber voz de prisão, o homem foi encaminhado até a DEHS para prestar esclarecimentos sobre os crimes de que é acusado. Em seguida, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) onde passou por exame de corpo de delito.