Suspeitos de assassinarem Bruno Pereira e Dom Phillips serão transferidos para Manaus

Os assassinos foram presos no município de Atalaia do Norte, no interior do Amazonas

suspeitos manaus

Foto: Reprodução

Oseney da Costa de Oliveira, o “Dos Santos”, e Jeferson da Silva Lima, o “Pelado da Dinha”, réus pelo assassinato do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira, assassinados em junho deste ano no Vale do Javari, no interior do Amazonas, serão transferidos para Manaus neste sábado (23). A informação foi confirmada pela Polícia Federal (PF).

Segundo a PF, “Dos Santos” e “Pelado da Dinha” devem chegar na capital amazonense às 13h30. A dupla foi presa no município de Atalaia do Norte (a 1.136 quilômetros de Manaus) após confessarem suas participações nas mortes de Dom e Bruno.

Outros dois envolvidos, Amarildo Oliveira, conhecido como “Pelado”, e Ruben Dario da Silva, conhecido como “Colômbia”, foram transferidos para Manaus no último dia 8. ‘Colômbia’ foi preso em Tabatinga por uso de documento falso, mas negou que seria o mandante dos homicídios.

Denúncia

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou à Justiça denúncia contra Oseney, Jeferson e Amarildo pelos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips. O MPF entende que eles devem ser julgados por duplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver. A denúncia foi apresentada à Justiça Federal em Tabatinga (AM), que agora deve decidir se torna os investigados réus.

No documento enviado à Justiça, o MPF argumenta que Amarildo e Jefferson confessaram o crime. Diz ainda que a participação de Oseney foi mencionada em depoimentos de testemunhas.