TCE-AM divulga edital de concurso público para preenchimento imediato de 40 vagas

Foto: divulgação

O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) lançou o edital de concurso público para preenchimento imediato de 40 vagas para as áreas de Auditoria Governamental, Auditoria de Obras Públicas, Auditoria de Tecnologia da Informação, e vagas no Ministério Público de Contas, com vencimento de R$ 8.328,77 e mais benefícios.

O edital completo foi disponibilizado no Diário Oficial Eletrônico (DOE) do TCE-AM e no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV). As inscrições devem ser realizadas no período de 17 de maio de 2021 a 15 de junho deste ano, no site da FGV. (ver edital no final da matéria)

“Determinei que publicássemos ainda em maio o edital para que fosse possível realizar as provas no início do segundo semestre, com todas as medidas de segurança e de prevenção à Covid-19. Temos um déficit alto de servidores e com esse concurso público iremos recompor parte do quadro funcional”, afirmou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mário de Mello.

De acordo com o edital, das 40 vagas, 18 são para área de Auditoria Governamental; cinco são para área de Auditoria de Obras Públicas; 15 são para área de Auditoria de Tecnologia da Informação; e duas vagas serão destinadas ao Ministério Público de Contas (MPC).

Requisitos

Para a área de Auditoria Governamental, o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Para a área de Auditoria de Obras Públicas, o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer das áreas de formação da Engenharia ou Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Para a área de Auditoria de Tecnologia da Informação, o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em tecnologia da informação, em todas as suas acepções, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Já para o Ministério Público de Contas, o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Provas

Segundo o edital, as provas escritas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório serão realizadas em Manaus, nos dias 21 (quarta-feira) e 28 (quarta-feira) de julho, pela manhã, para a área de Auditoria Governamental, e à tarde, para a Auditoria de Tecnologia da Informação, Auditoria de Obras Públicas e Ministério Público de Contas.

A prova escrita objetiva, para todos os cargos/áreas, será composta por 100 questões, sendo 50 questões de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa e Controle Externo) aplicadas no primeiro dia de prova e 50 questões de Conhecimentos Específicos aplicadas no segundo dia de prova. Todas as questões terão cinco alternativas.

Veja o edital do concurso na íntegra

(*) Com informações do TCE-AM