TCE inicia uso de laboratório móvel para avaliar qualidade do asfalto na capital e interior do AM

As inspeções seguirão um cronograma com locais pré-selecionados e com contratos vigentes

Foto: Divulgação

O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) deve iniciar, na segunda quinzena deste mês de março, a fase de inspeções e análise da qualidade asfáltica de obras públicas realizadas em Manaus e nos municípios da região metropolitana com o Laboratório Móvel da Corte de Contas. As inspeções seguirão um cronograma com locais pré-selecionados e com contratos vigentes.

O Laboratório Móvel é uma adaptação de um caminhão que realiza a coleta de amostras de solo, pavimentação e estrutura de vias públicas utilizando prensas, esclerômetros, balanças, extratoras e outros equipamentos necessários para as fiscalizações do solo, possibilitando a elaboração de um laudo que identifica se a qualidade da construção corresponde com o estabelecido nos contratos de execução da obra.

“Finalizada a etapa de testes, nesta terça-feira (8), passaremos agora a realizar as inspeções da qualidade de diversas obras que possuem dinheiro público investido nelas. O grande diferencial dessa ferramenta que é o caminhão que funciona como laboratório é possibilitar identificar irregularidades durante a execução da obra, onde poderemos entrar com medidas para que o responsável possa se adequar às normas estabelecidas nos contratos daquela determinada obra”, destacou o conselheiro-presidente do TCE-AM, Érico Desterro.

Os dados coletados nas inspeções serão levados para uma análise complementar na sede do TCE-AM. Os materiais obtidos servirão para compor os laudos técnicos referentes às obras públicas, auxiliando na análise das contas dos gestores de órgãos jurisdicionados, possibilitando inclusive a execução de sanções aos gestores no caso de irregularidades identificadas e não sanadas.

Fase de testes concluída

Conforme o diretor de controle externo de obras públicas (Dicop/TCE-AM), Ronaldo Lima, a fase de testes contou com mais de 30 ensaios realizados no laboratório fixo localizado na sede do TCE-AM. Nesta terça-feira (8), o laboratório móvel finalizou a etapa de testagens com oito ensaios realizados em uma obra de via pública na zona Leste de Manaus.

“É como se fosse uma radiografia para verificar se o osso do paciente está fraturado, ou seja, vamos demonstrar se o pavimento está com boa qualidade e resistência, se está fraturado e até mesmo se possui durabilidade. Temos mais de 80 tipos de ensaios que podem ser feitos. Os relatórios e laudos desses ensaios vão fazer parte das auditorias dos diversos contratos dos jurisdicionados que o TCE-AM tem”, explicou.

 

*com informações da assessoria