‘Temos duas opções: sentar e chorar ou fazer o que tem de ser feito’

O experiente Daniel Alves, 34 anos, concedeu entrevista coletiva na manhã dessa segunda-feira (5), em Paris, para falar sobre a partida de volta entre PSG e Real Madrid pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, marcada para esta terça (6), no Parc des Princes.

O lateral-direito brasileiro disse que a equipe parisiense tem condições de superar o time espanhol, que venceu o duelo de ida por 3 a 1 no Santiago Bernabéu, e avançar às quartas de final da Champions.

“Fomos superiores ao Real no jogo de ida em termos de jogo e situações. Mas o nosso rival precisou de 10 minutos. Insisto, é uma partida para aproveitar. Não existe nada mais motivante que eliminar os campeões dessa competição”, afirmou Dani, que falou ainda em fazer história.

“Nós temos que aproveitar esse momento único, a história está aqui para ser feita. O PSG precisa superar seus limites para continuar crescendo, para avançar. Temos uma oportunidade única para mudar a história. É possível”, acrescentou.

O camisa 32 do PSG foi perguntado também sobre a ausência do lesionado Neymar. Para ele, o time segue forte mesmo sem o seu principal craque.

“Temos duas opções. Sentar e chorar ou se levantar e fazer o que tem de ser feito. Com Neymar, o PSG é obviamente mais forte. Mas, sem ele, também somos fortes. Falo com o Neymar quase todos os dias. Combinamos de nos encontrarmos ainda nesta temporada na competição”, finalizou.

Fonte: Notícias ao Minuto