Tenente da PM que agrediu cinegrafista responde a processos na Justiça

prisão-cinegrafista 8O tenente Carlos Eduardo Esteves Vedor, que agrediu e prendeu arbitrariamente o cinegrafista da TV Band, Jackson Rodrigues, em consulta ao site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) aparece como denunciado em processo por “Crimes do Sistema Nacional de Armas”, onde efetuou disparo de arma de fogo, e em outro processo por fato semelhante ao ocorrido com o cinegrafista onde o tenente está indiciado por abuso de autoridade. Isso demonstra que o desequilíbrio psíquico e emocional do tenente é evidente, mas mesmo assim o policial militar integra o Programa Ronda no Bairro, lidando diretamente com a população, e com situações de stress onde o policial tem que ser extremamente controlado para não responder com atos violentos aos atos de descumprimento das Leis. A pergunta que não quer calar é: Se ele age dessa forma com alguém da imprensa, diante de câmeras e repórteres, o que não é capaz de fazer ao se sentir de alguma forma desrespeitado pelo cidadão comum? (Any Margareth)

prisão-cinegrafista 3

prisão-cinegrafista 4