Anúncio Advertisement

Termina apagão que já durava uma semana na Venezuela

O ministro de Comunicação e Informação venezuelano, Jorge Rodríguez, deu conta, em declarações à teleSUR, esta quarta-feira (13), que a energia elétrica na 100% restabelecida e que, por isso, as atividades laborais seriam retomadas já nesta quinta-feira (14). No entanto, as aulas nas escolas seguem suspensas por mais 24 horas e “ainda há problemas com os transformadores que foram sabotados, em Baruta e El Hatillo”.

Também o reabastecimento de água potável foi assegurado em 80% de todo o território venezuelano e 70% em Caracas.

Além da interrupção de serviços como os transportes públicos, foram ainda afetados hospitais e feitos vários assaltos a comércios. A oposição, segundo O Globo, fala em 15 mortos devido ao apagão.

O país tinha sofrido um apagão devido a uma avaria na central hidroelétrica de El Guri, a principal do país, que afetou ainda dois sistemas secundários e a linha central de transmissão. O autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, chegou a solicitar à Assembleia Nacional a declaração de um estado de emergência.

Do lado do regime de Maduro, há alegações de que se teria sido “sabotagem criminosa e brutal contra o sistema elétrico”. Uma investigação contra Guaidó chegou a ser aberta.