Tesla perdeu US$ 275 bi após Musk iniciar a compra do Twitter

Reuters

A decisão de comprar o Twitter está gerando um prejuízo bilionário para Elon Musk. Desde que o empresário demonstrou interesse pela rede social do passarinho azul, em 4 de abril, a Tesla já perdeu US$ 275 bilhões em valor de mercado. Desde o anúncio da compra nesta segunda, 25, o valor da companhia encolheu US$ 126 bilhões, com suas ações caindo 12% na Bolsa de Valores americana.
Um dos motivos para a queda está a preocupação de investidores da montadora de veículos elétricos quanto à possibilidade de Musk se desfazer de parte das suas ações para honrar com a transação da rede social.

A queda bilionária de valor da companhia foi responsável por garantir à Tesla o pior desempenho entre os nomes listados no S&P 500, que teve queda de 2,34% nesta terça-feira, 26. O encolhimento no preço da montadora já representa o valor de quase sete operações do Twitter.

Para o sócio da Catarina Capital, Natal Epstein, a falta de foco do presidente da empresa de carros elétricos em relação aos seus negócios têm gerado incertezas no mercado e ocasionado a depreciação do valor das ações da Tesla. “O volume dessa queda é surpreendente, principalmente em um dia em que o mercado caiu entre 3% e 4%”, avalia. Ainda segundo Epsteins, a preocupação dos investidores da montadora é que Musk use sua reserva acionária e derrube ainda mais o preço dos papéis negociados na bolsa americana.

O especialista ressalta ainda que, além da crise gerada pela negociação do Twitter, a queda nas ações da Tesla também acompanhou os resultados negativos do setor de tecnologia, que fechou em baixa nesta terça-feira.

Além do prejuízo superar o preço do próprio microblog, o encolhimento da Tesla já supera o valor de mercado total de outras montadoras no mercado. Com a queda acumulada em menos de um mês seria possível adquirir a japonesa Toyota (US$ 269 bilhões), até “três” Volkswagen (US$ 89 bilhões) , ou até seis vezes a Hyundai (US$ 49 bilhões). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.