Tite indica espinha dorsal do novo ciclo da seleção

O técnico Tite já tem a espinha dorsal da seleção brasileira para o início do ciclo que culminará na Copa do Mundo do Qatar-2022.

Nessa sexta (26), o treinador convocou 23 jogadores para os amistosos contra o Uruguai, marcado para o dia 16 de novembro, e diante de Camarões, no dia 20. Ele repetiu oito nomes da primeira lista após o Mundial da Rússia.

A formação base de Tite tem Alisson (goleiro), Marquinhos (zagueiro), Casemiro (volante), Philippe Coutinho (meia-atacante), Neymar e Firmino (atacantes), que estiveram na Copa de 2018, além do lateral direito Fabinho e do meio-campista Arthur, chamados nas três convocações realizadas pelo técnico no novo ciclo.

Os números são referentes à convocação inicial –não contam os atletas chamados após cortes por lesão.

O atacante Richarlison, do Everton, é um exemplo disso. Ele esteve em campo nos quatro amistosos realizados, mas só foi chamado para os duelos contra os Estados Unidos e El Salvador após a contusão de Pedro, do Fluminense.

A formação básica poderia ter ainda mais nomes, não fossem os contratempos encontrados pelo treinador nas três convocações, como indisciplina e o calendário do futebol brasileiro. Este, aliás, prejudicou novamente a lista.

A CBF optou por não chamar jogadores que atuam no país porque o Brasileiro estará na reta final –os atletas perderiam três rodadas.

O zagueiro Dedé, do Cruzeiro, não foi convocado para os amistosos contra Arábia Saudita e Argentina porque estava na final da Copa do Brasil.

Desta vez, a CBF fez um pedido ao clube mineiro, que liberou o atleta –o único entre os 23 convocados que atuam no futebol brasileiro.

A lista da espinha dorsal ainda pode ser aumentada com Douglas Costa, que ficou fora da última relação em razão de um ato de indisciplina -cuspir no rosto de Di Francesco, atleta do Sassuolo, nos minutos finais de uma partida realizada em setembro pelo Campeonato Italiano.

“Havia questões físicas e clínicas que nos impossibilitaram de chamar alguns, como é o caso do Thiago [Silva, do PSG]. Também o Everton [Grêmio]. Outros nomes também. Fagner [Corinthians], Bruno Henrique [Palmeiras]”, disse Tite nesta sexta-feira.

Apesar de manter uma base, ele testa outros nomes. Desta vez, a novidade foi o meio-campista Allan, 27, revelado nas categorias de base do Vasco e hoje no Napoli.

“Faz sete anos que ele está na Europa. Começou na Udinese. No Napoli, jogava com [o técnico Maurizio] Sarri no 4-3-3. Sempre fez essa função. Não vai ver número de gols e passes avantajados, mas é dinâmico. Sabe executar funções no meio de campo. Ele está aqui por méritos”, disse o auxiliar técnico Sylvinho, que sugeriu a convocação.

Outro que foi chamado pela primeira vez neste novo ciclo é o volante Paulinho, do Guangzhou Evergrande (CHI). Titular na Copa do Mundo, ele não atua pela seleção desde a eliminação para a Bélgica nas quartas de final.

OS CONVOCADOS POR TITE

Goleiros

Alisson – Liverpool (ING)

Ederson – Man. City (ING)

Gabriel Brazão – Cruzeiro

Laterais

Danilo – Man City (ING)

Fabinho – Liverpool (ING)

Marcelo – Real Madrid (ESP)

Filipe Luís – Atlético (ESP)

Zagueiros

Dedé – Cruzeiro

Marquinhos – PSG (FRA)

Miranda – Inter (ITA)

“Pablo – Bordeaux (FRA)Meios-campistas

Allan – Napoli (ITA)

Arthur – Barcelona (ESP)

Casemiro – R. Madrid (ESP)

Paulinho – Guangzhou (CHN)

Coutinho – Barcelona (ESP)

Walace – Hannover (ALE)

Atacantes

D. Costa – Juventus (ITA)

Firmino – Liverpool (ING)

G. Jesus – Man. City (ING)

Neymar – PSG (FRA)

Richarlison – Everton (ING)

Willian – Chelsea (ING)

Fonte: Notícias ao Minuto